Regressos e reentradas (52)

Depois de uma paragem de muitos meses na publicação desta secção do Boletim Em Órbita, retoma-se hoje a publicação da listagem dos satélites que reentraram na atmosfera terrestre ou regressaram à Terra

Entre 20 de Dezembro de 2018 e 14 de Janeiro de 2019 registou-se a reentrada de quatro satélites e de dois estágios superiores, além de dois regressos à Terra.


Obviamente, outros objectos reentraram na atmosfera neste período, no entanto os objectos aqui listados são apenas os objectos principais resultantes de cada lançamento orbital (cargas operacionais e estágios superiores), excluindo-se os objectos classificados como detritos ou mesmo aqueles descartados a partir da estação espacial internacional (exceptuando, claro está, os satélites operacionais) e a partir de satélites operacionais e que são usualmente classificados como ‘detritos espaciais’.

A cápsula espacial tripulada Soyuz MS-09 (43493 2018-051A) regressou à Terra a 20 de Dezembro de 2018. O regresso deu-se 197 dias após o lançamento, tendo sido lançada a 6 de Junho de 2018.

O satélite de comunicações Iridium-31 (24950 1997-051G) reentrou na atmosfera terrestre a 20 de Dezembro de 2018, depois de permanecer 7.767 dias em órbita. O Iridium-31 foi lançado juntamente com seis outros satélites Iridium às 0136:54,005UTC do dia 14 de Setembro de 1997 pelo foguetão 8K82K Proton-K/DM2 (6305639101 39101/2L) a partir da Plataforma de Lançamento PU-23 do Complexo de Lançamento LC81 do Cosmódromo GIK-5 Baikonur.

O satélite Hoopoe (42718 1998-067LZ) reentrou na atmosfera terrestre a 22 de Dezembro de 2018, 613 dias após o seu lançamento a bordo do veículo de carga Cygnus OA-7 (CRS-7) ‘SS John Glenn’ às 1511:26UTC do dia 18 de Abril de 2017, tendo sido lançado pelo foguetão Atlas-V/401 (AV-070) a partir do Complexo de Lançamento SLC-41 do Cabo Canaveral AFS. Também designado Duchifat-2 ou QB50-IL01, o Hoopoe era um CubeSat-2U construído pelo Laboratório Espacial do Centro de Ciência Herzliya de Isreal e fazia parte da missão QB50, estudando a alta atmosfera, levando a cabo experiências de comunicações, demonstrações tecnológicas, educação, treino, etc. O satélite tinha uma massa de 2 kg.

O satélite de comunicações Iridium-35 (24966 1997-056B) reentrou na atmosfera terrestre a 26 de Dezembro de 2018, depois de permanecer 7.760 dias em órbita. O Iridium-35 foi lançado juntamente com quatro outros satélites Iridium às 0123:36UTC do dia 27 de Setembro de 1997 pelo foguetão Delta-2 7920-10C (D248) a partir do Complexo de Lançamento SLC-2W da Base Aérea de Vandenberg.

O estágio superior (43691 2018-088B) do foguetão Electron/Curie (F3) ‘It’s Business Time’ reentrou na atmosfera terrestre a 29 de Dezembro de 2018 após permanecer 48 dias em órbita. O foguetão Electron/Curie (F3) ‘It’s Business Time’ serviu para colocar em órbita vários pequenos satélites, tendo sido lançado desde o Complexo de Lançamento LC-1 do Centro de Lançamentos de Máhia às 0350UTC do dia 11 de Novembro de 2018.

O estágio superior (43916 2018-112H) do foguetão lançador CZ-2D Chang Zheng-2D/YZ-3 (Y35/Y1) reentrou na atmosfera terrestre a 1 de Janeiro de 2019 depois de permanecer 3 dias em órbita. O foguetão Chang Zheng-2D/YZ-3 (Y35/Y1) serviu para colocar vários satélites em órbita tendo sido lançado desde a Plataforma de Lançamento 94 do Complexo de Lançamento LC43 do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan às 0800:05,232UTC do dia 29 de Dezembro de 2018.

O satélite ITF-2 (41932 1998-067KU) reentrou na atmosfera terrestre no dia 3 de Janeiro de 2019 após permanecer 755 dias em órbita. O satélite foi lançado a bordo do veículo de carga HTV-6 Kounotori-6 às 1326:47UTC do dia 9 de Dezembro de 2016 pelo foguetão H-2B/304 (F6) a partir da Plataforma de Lançamento LP-2 do Complexo de Lançamento Yoshinubo do Centro Espacial de Tanegashima. O satélite foi colocado em órbita a partir da ISS. O ITF-2 (Imagine The Future 2) – também designado Yui-2, TO-89 ou Tsukuba-OSCAR 89, era um CubeSat-1U e serviu de apoio a redes de comunicações de rádio amadores. Tinha uma massa de 1 kg.

O satélite de comunicações Cosmos-2430 (32268 2007-049A) reentrou na atmosfera terrestre a 5 de Janeiro de 2019 após permanecer 4092 dias em órbita. O Cosmos 2430 (US-KS 73D6 Oko n.º 6069) foi lançado pelo foguetão 8K78M Molniya-M/2BL (77046692) às 0439:16,745UTC do dia 23 de Outubro de 2007 a partir do Complexo de Lançamento LC16/2 do Cosmódromo GIK-1 Plesetsk.

O estágio superior (41553 2016-031B) do foguetão lançador Falcon-9 (025) reentrou na atmosfera terrestre a 6 de Janeiro de 2019 após permanecer 954 dias em órbita terrestre. Lançado às 2139UTC do dia 27 de Maio de 2016, o Falcon-9 (025) serviu para colocar em órbita o satélite de comunicações Thaicom-8 a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral AFS.

O veículo de carga Dragon SpX-16 (43827 2018-101A) que levou a cabo a missão logística CRS-16 à estação espacial internacional, regressou à Terra a 14 de Janeiro de 2019 após permanecer 40 dias em órbita terrestre. A Dragon SpX-16 foi lançada pelo foguetão Falcon-9 (B1050.1) às 1816:16UTC do dia 5 de Dezembro de 2018 a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral AFS.

Próximas reentradas

As próximas reentradas previstas são:

  • Prognoz-6 (10370 1977-093A) a 16 de Janeiro
  • Beakersat-1 (39437 2013-066X) a 22 de Fevereiro
  • Objecto F (43667 2018-083F) a 10 de Fevereiro
  • Objecto Q (43863 2018-104Q) a 30 de Janeiro
  • Iridium-90 (27373 2002-005B) a 24 de Janeiro

 

%d blogueiros gostam disto: