Regressos e reentradas (48)



phobos_reentry-Michael-Carroll

Entre 11 e 31 de Agosto de 2016 registou-se a reentrada de sete satélites e um regresso à Terra.

Obviamente, outros objectos reentraram na atmosfera neste período, no entanto os objectos aqui listados são apenas os objectos principais resultantes de cada lançamento orbital (cargas operacionais e estágios superiores), excluindo-se os objectos classificados como detritos ou mesmo aqueles descartados a partir da estação espacial internacional (exceptuando, claro está, os satélites operacionais) e a partir de satélites operacionais e que são usualmente classificados como ‘detritos espaciais’.

O satélite Chinês LX-1 Lixing-1 (41733 2015-051C) reentrou na atmosfera terrestre a 19 de Agosto, 4 dias após o seu lançamento. O LX-1 teve como objectivo o estudo da densidade da alta atmosfera e foi lançado juntamente com outros dois satélites às 17:40:04,546UTC pelo foguetão CZ-2D Chang Zheng-2D (Y32) a partir da Plataforma de Lançamento 603 do Complexo de Lançamento LC43 do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan.

O satélite Flock-2b (6) (40955 1998-067HG) reentrou na atmosfera a 22 de Agosto. Tendo como objectivo a obtenção comercial de imagens da superfície terrestre, o Flock-2b (6) foi lançado a bordo do veículo de carga Japonês HTV-5 ‘Kounotori-5’ colocado em órbita pelo foguetão H-2B/304 às 11:50:49UTC do dia 19 de Agosto de 2015 a partir da Plataforma de Lançamento LP2 do Complexo de Lançamento Yoshinubo do Centro Espacial de Tanegashima. A sua reentrada deu-se 369 dias depois do lançamento.

No dia 24 de Agosto reentrou na atmosfera o satélite Flock-1e (13) (40740 1998-067GS) após permanecer 498 dias em órbita. Havia sido lançado a bordo do veículo de carga Dragon SpX-6RS6) pelo foguetão Falcon-9 v1.1R (F-17) às 20:10:41UTC do dia 14 de Abril de 2015 a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral AFS. O satélite seria colocado em órbita a partir da estação espacial internacional. Os satélites Flock fazem parte de uma constelação de satélites de observação da Terra desenvolvida pela Planet Labs e são baseados no modelo CubeSat-3U, tendo uma massa de 5 kg.

No dia 24 de Agosto reentrou também na atmosfera o satélite TF-2 Tiange Feixingqi-2 (41637 2016-042M). O TF-2 foi lançado pelo foguetão CZ-7 Chang Zheng-7 (Y1) desde o Complexo de Lançamento LC201 do Centro de Lançamento de Satélites de Wenchang às 12:00:07,413UTC do dia 25 de Junho de 2016. Permaneceu em órbita durante 60 dias.

O veículo de carga comercial Dragon SpX-9 da SpaceX regressou à Terra a 26 de Agosto após um voo de 39 dias. O seu lançamento teve lugar a 18 de Julho.

O satélite TF-1 Tiange Feixingqi-1 (41636 2016-042L) e o satélite AL-1 Aolong-1 (41629 2016-042F) reentraram na atmosfera terrestre a 27 de Agosto. Ambos os satélites foram lançados pelo foguetão CZ-7 Chang Zheng-7 (Y1) desde o Complexo de Lançamento LC201 do Centro de Lançamento de Satélites de Wenchang às 12:00:07,413UTC do dia 25 de Junho de 2016. Permaneceram em órbita durante 63 dias.

O satélite Dragonsat (39383 2013-064D) reentrou na atmosfera a 31 de Agosto. O satélite foi lançado por um foguetão Minotaut-I às 01:15:00UTC do dia 20 de Novembro de 2013 a partir do Complexo de Lançamento LP-0B do MARS Wallops Island. O Dragonsat teve como missão obter fotografias das auroras, levar a cabo observações da dissipação da intensidade de radiação durante os eventos solares, e realizar demonstrações tecnológicas relacionadas com um mecanismo de abertura de um gradiente de gravidade no espaço.

Próximas reentradas:

VesselSat-2 (38047 2012-001B) – 17 de Outubro

Pageos-1 (02253 1966-056A) – 1 de Setembro

Deixe um comentário