Regressos e reentradas (43)



Reentrada

Entre 23 de Fevereiro e 15 de Março de 2016 registou-se a reentrada de quatro satélites e de três estágios superiores.

Obviamente, outros objectos reentraram na atmosfera neste período, no entanto os objectos aqui listados são apenas os objectos principais resultantes de cada lançamento orbital (cargas operacionais e estágios superiores), excluindo-se os objectos classificados como detritos ou mesmo aqueles descartados a partir da estação espacial internacional (exceptuando, claro está, os satélites operacionais) e a partir de satélites operacionais e que são usualmente classificados como ‘detritos espaciais’.

A 2 de Março deu-se a reentrada do estágio superior (40421 2015-009B) do foguetão 14A14-1A Soyuz-2-1A (77046243) que colocou em órbita o satélite Cosmos-2503 (Bars-M n.º 1). O lançamento teve lugar às 11:01:35,091UTC do dia 27 de Fevereiro de 2015 e foi levado a cabo a partir do Complexo de Lançamento LC43/4 do Cosmódromo GIK-1 Plesetsk. A reentrada deu-se 369 dias após o lançamento.

A cápsula espacial Soyuz TMA-18M (40885 2015-043A) tripulada por Sergei Volkov, Mikhail Korniyenko e Scott Kelly, regressou à Terra a 2 de Março após 182 dias em órbita. O seu lançamento teve lugar às 04:37:43,233UTC do dia 2 de Setembro de 2016 e foi levado a cabo pelo foguetão 11A511U-FG Soyuz-FG (G15000-054) a partir da Plataforma de Lançamento PU-5 do Complexo de Lançamento LC1 do Cosmódromo de Baikonur.

O pequeno satélite Flock-1e (2) (40722 1998-067GE) reentrou na atmosfera a 5 de Março. O satélite foi lançado a bordo do veículo de carga Dragon SpX-6 (CRS6) colocado em órbita pelo foguetão Falcon-9 v1.1R (F-17) às 20:10:41UTC do dia 14 de Abril de 2015 a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral AFS. O satélite seria posteriormente colocado em órbita a partir da estação espacial internacional. Os satélites Flock fazem parte de uma constelação de satélites de observação da Terra desenvolvida pela Planet Labs e são baseados no modelo CubeSat-3U, tendo uma massa de 5 kg. A reentrada dá-se 326 dias após o seu lançamento.

O estágio superior (36835 2010-038B) do foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C (Y6) reentrou na atmosfera terrestre a 9 de Março. Este foguetão foi utilizado para colocar em órbita o satélite YG-10 Yaogan Weixing-10 e o lançamento teve lugar às 22:49:05,551UTC do dia 9 de Agosto de 2010. A reentrada dá-se após 2.039 dias em órbita.

O satélite ZY-2 Ziyuan-2 (26481 2000-050A) reentrou na atmosfera terrestre a 11 de Março, após 5.670 dias em órbita. O satélite havia sido às 03:25UTC do dia 1 de Setembro de 2000 pelo foguetão CZ-4B Chang Zeng-4B (Y3) a partir do Complexo de Lançamento LC7 do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan.

O estágio superior Centaur-I (5055) (22788 1993-056B) do foguetão Atlas-I (AC-75) reentrou na atmosfera terrestre a 15 de Março. O Atlas-I (AC-75) foi lançado às 11:17:02,033UTC do dia 3 de Setembro de 1993 a partir do Complexo de Lançamento LC-36B do Cabo Canaveral AFS para colocar em órbita o satélite USA-95 (UHF Follow-On F2 / UFO-F2). A reentrada deu-se 8.229 dias após o lançamento.

O satélite AAUSAT-5 (40948 1998-067GZ) reentrou na atmosfera a 15 de Março, 209 dias após o seu lançamento a bordo do veículo de carga HTV-5 ‘Kounotori-5’ às 11:50:49UTC do dia 19 de Agosto de 2015 a partir da Plataforma de Lançamento LP2 do Complexo de Lançamento Yoshinubo do Centro Espacial de Tanegashima pelo foguetão H-2B/304.

 

As próximas reentradas previstas são:

– ChargerSat (39405 2013-064AB): 18 de Março

– SERPENS (40897 1998-067GX): 28 de Março

– KZ-2 Kuaizhou-2 (40311 2014-073A): 4 de Abril

– DART (28642 2005-014A): 16 de Abril

Deixe um comentário