Regressos e reentradas (42)



Cygnus reentrada Surayev 01

Entre 11 de Janeiro e 22 de Fevereiro de 2016 registou-se a reentrada de quatro satélites e de um estágio superior.

Obviamente, outros objectos reentraram na atmosfera neste período, no entanto os objectos aqui listados são apenas os objectos principais resultantes de cada lançamento orbital (cargas operacionais e estágios superiores), excluindo-se os objectos classificados como detritos ou mesmo aqueles descartados a partir da estação espacial internacional (exceptuando, claro está, os satélites operacionais) e a partir de satélites operacionais e que são usualmente classificados como ‘detritos espaciais’.

A 30 de Janeiro deu-se a reentrada do estágio superior do foguetão CZ-3B Chang Zheng-3B/G2 (Y32) que colocou em órbita o satélite TXJSSY-1 Tongxin Jishu Shiyan Weixing-1. O lançamento teve lugar às 15:42:04,418UTC do dia 12 de Setembro de 2015 e foi levado a cabo a partir do Complexo de Lançamento LC2 do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang. A reentrada deu-se 140 dias após o lançamento.

No dia 4 de Fevereiro reentrou na atmosfera o satélite COPPER (39395 2013-064R). O Close Orbiting Propellant Plume and Elemental Recognition, foi o primeiro voo de um conjunto micro-bolometro compacto comercialmente disponível, uma pequena câmara de infravermelhos desenvolvida pela FLIR Systems para avaliar a disponibilidade de utilização destes instrumentos para observação da Terra. O satélite era baseado na plataforma CubeSat-1U e tinha uma massa de 1 kg. Foi lançado por um foguetão Minotaur-I às 01:15UTC do dia 20 de Novembro de 2013 a partir do Complexo de Lançamento LP-0B do MARS Wallops Island. A reentrada deu-se 806 dias após o lançamento.

O satélite TX-1 Tian Xun-1 ‘Tian Xun Zhe-1’ (37874 2011-066A) reentrou na atmosfera a 7 de Fevereiro, 1.551 dias após o seu lançamento que teve lugar às 03:21:05,279UTC do dia 9 de Novembro de 2011 e que foi levado a cabo pelo foguetão CZ-4B Chang Zheng-4B (Y21) a partir do Complexo de Lançamento LC9 do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan juntamente com o satélite YG-12 Yaogan Weixing-12. O TX-1 destinava-se à observação da Terra e demonstração tecnológica.

O pequeno satélite Flock-1e (9) reentrou na atmosfera a 8 de Fevereiro. O satélite foi lançado a bordo do veículo de carga Dragon SpX-6 (CRS6) colocado em órbita pelo foguetão Falcon-9 v1.1R (F-17) às 20:10:41UTC do dia 14 de Abril de 2015 a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral AFS. O satélite seria posteriormente colocado em órbita a partir da estação espacial internacional. Os satélites Flock fazem parte de uma constelação de satélites de observação da Terra desenvolvida pela Planet Labs e são baseados no modelo CubeSat-3U, tendo uma massa de 5 kg. A reentrada dá-se 300 dias após o seu lançamento.

O veículo de carga Cygnus OA-4 (CRS4) ‘Deke Slayton 2’ reentrou na atmosfera a 20 de Fevereiro, após uma missão de 76 dias. O seu lançamento teve lugar a 6 de Dezembro de 2015 e foi levado a cabo pelo foguetão Atlas-V/401 (AV-061) às 21:44:57UTC a partir do Complexo de Lançamento SLC-41 do Cabo Canaveral AFS.

As próximas reentradas previstas são:

– KZ-2 Kuaizhou-2 (40311 2014-073A): 20 de Fevereiro

– ZY-2 Ziyuan-2 (26481 2000-050A): 14 de Março

– SERPENS (40897 1998-067GX): 15 de Março

– ChargerSat (39405 2013-064AB): 18 de Março

– DART (28642 2005-014A): 31 de Março

Deixe um comentário