Regressos e reentradas (14)



Reentrada 06Entre 7 e 20 de Janeiro de 2015 registou-se a reentrada de cinco satélites na atmosfera terrestre.

Os objectos aqui listados são apenas os objectos principais resultantes de cada lançamento orbital, excluindo-se os objectos classificados como detritos, estágios superiores ou mesmo aqueles descartados a partir da estação espacial internacional (exceptuando, claro está, os satélites operacionais) e a partir de satélites operacionais e que são usualmente classificados como ‘detritos espaciais’.

O satélite Flock 1b-15 (40126 1998-067EY) reentrou na atmosfera terrestre a 7 de Janeiro de 2015. O satélite foi transportado a bordo do veículo de carga Cygnus Orb-2 (CRS2) ‘Janice Voss’ lançado às 1652:16UTC do dia 13 de Julho de 2014 a partir da Plataforma de Lançamento LP-0A do MARS Wallops Island, tendo posteriormente sido colocado em órbita a partir da estação espacial internacional. A reentrada deu-se 178 dias após o lançamento.

O satélite MaSat-1 ‘Magyar Satellite 1’ (38081 2012-006E) reentrou na atmosfera terrestre a 9 de Janeiro de 2015. O MaSat-1 foi colocado em órbita a bordo da missão inaugural do foguetão Vega. A missão VV01 foi lançada às 1000:00UTC do dia 13 de Fevereiro de 2012 a partir do Complexo de Lançamento ZLV do CSG Kourou, Guinana Francesa. Com uma massa de 1 kg, o satélite era um CubeSat-1U construído pela Universidade de Tecnologia e de Economia de Budapeste destinado a demonstrar em órbita vários sistemas aviónicos, incluindo o sistema de condicionamento de energia, transreceptor e tratamento de dados a bordo. O satélite permaneceu 1.061 dias em órbita.

O pequeno satélite Chasqui-1 (40117 1998-067ET) reentrou na atmosfera terrestre a 15 de Janeiro de 2015. O Chasqui-1 foi lançado a bordo do veículo de carga Progress M-22M (ISS-54P) colocado em órbita às 1623:32,534UTC do dia 5 de Fevereiro de 2014 pelo foguetão 11A511U-PBV Soyuz-U (Е15000-139) a partir da Plataforma de Lançamento PU-5 do Complexo de Lançamento LC1 ‘Gagarinskiy Start’ (17P32-5) do Cosmódromo de Baikonur. O satélite era um Cubesat-1U desenvolvido pela Universidade Nacional de Engenharia do Perú e realizou uma missão de demonstração tecnológica. Foi colocado em órbita durante uma actividade extraveícular realizada a 18 de Agosto de 2014, mas nunca foram recebidos sinais do satélite. A reentrada surge 344 dias após o seu lançamento desde Baikonur.

O satélite [email protected] (38079 2012-006C) reentrou na atmosfera terrestre a 16 de Janeiro de 2015. O MaSat-1 foi colocado em órbita a bordo da missão inaugural do foguetão Vega. A missão VV01 foi lançada às 1000:00UTC do dia 13 de Fevereiro de 2012 a partir do Complexo de Lançamento ZLV do CSG Kourou, Guinana Francesa. Com uma massa de 1 kg, o satélite era um CubeSat-1U construído pelo Instituto Politécnico de Torino e foi utilizado para demonstração tecnológica. O satélite permaneceu 1.068 dias em órbita.

O satélite Flock 1b-18 (40139 1998-067FE) reentrou na atmosfera terrestre a 1 de Janeiro de 2015. O satélite foi transportado a bordo do veículo de carga Cygnus Orb-2 (CRS2) ‘Janice Voss’ lançado às 1652:16UTC do dia 13 de Julho de 2014 a partir da Plataforma de Lançamento LP-0A do MARS Wallops Island, tendo posteriormente sido colocado em órbita a partir da estação espacial internacional. A reentrada deu-se 187 dias após o lançamento.

Os próximos objectos previstos para reentrar ou regressar à atmosfera são:

(Ree) – Flock 1B-7 (40134 1998-067FD) – 20 de Janeiro, 2015

(Ree) – ZY-2B Ziyuan-2B (27550 2002-049A) – 22 de Janeiro, 2015

(Ree) – Westford Needles (03235 1963-014AZ) – 15 de Janeiro, 2015

Deixe um comentário