Reentrada destrutiva marca final da missão Cygnus OA-5



cygnusoa5-22

O veículo de carga Cygnus OA-5 ‘Alan Poindexter’, da Orbital ATK, levou a cabo uma reentrada atmosférica destrutiva no dia 27 de Novembro de 2016, pondo assim um ponto final na sua bem sucedida missão. A reentrada terá acontecido pelas 23:40UTC.

O Cygnus OA-5 foi lançado a 17 de Outubro por um foguetão Antares-230 a partir do MARS Wallops Island.

A manobra de retro travagem teve início às 23:00UTC e teve uma duração de 6 minutos.

Antes de reentrar na atmosfera, o Cygnus OA-5 levou a cabo uma manobra para elevar a sua altitude orbital em preparação para a colocação em órbita de seis pequenos satélites Lemur. Esta manobra foi levada a cabo a 25 de Novembro e o Cygnus elevou-se de uma órbita com um perigeu a 406 km de altitude e apogeu a 414 km de altitude, para uma órbita com um perigeu a 495 km e apogeu a 504 km. Dois dos satélites Lemur (Lemur-2 ‘Sokolsky’ e Lemur-2 ‘Xiaoqing’) foram colocados em órbita pelas 20:15UTC do dia 26 de Novembro, enquanto que outros dois (Lemur-2 ‘Anubhavthakur’ e Lemur-2 ‘Wingo’) foram colocados em órbita às 00:10UTC do dia 26 de Novembro.

Imagem: NASA

Deixe um comentário