Proton-M/Briz-M lança dois satélites de comunicações



Proto-MExpAT 11

O décimo lançamento orbital de 2014 teve lugar às 2308:00UTC do dia 15 de Março com o foguetão 8K82KM Proton-M/Briz-M (93542/99545) a colocar em órbita os satélites de comunicações Express-AT1 (Экспресс-АТ1) e Express-AT2 (Экспресс-АТ2). O lançamento teve lugar desde a Plataforma de Lançamento PU-24 do Complexo de Lançamento LC81 do Cosmódromo de Baikonur, Cazaquistão.

A missão decorreu sem problemas com o estágio Briz-M juntamente com a sua carga a separar-se do terceiro estágio às 2311UTC. O Briz-M executaria quatro queimas do seu motor antes da separação dos dois satélites que ocorreriam às 0811UTC (Express-AT1) e às 0829UTC (Express-AT2) do dia 16 de Março.

O Express-AT1 e o Express-AT2

A Companhia de Informação e Sistemas de Satélite M. F. Reshetnev e a Companhia de Comunicações por Satélite da Rússia assinaram o acordo de construção dos satélites Express-AT1 e Express-AT2 a 22 de Setembro de 2010, num contrato que também envolvia a construção do satélite de comunicações Express-AM8.

Segundo os termos deste contrato a ISS-Reshetnev foi responsável pelo projecto, desenvolvimento, fabrico, integração e teste dos satélites, bem como pelo desenvolvimento do software de simulação dinâmica dos mesmos. Adicionalmente, a empresa ficou responsável por proporcional o apoio técnico ao operador durante a missão orbital dos satélites.

Proto-MExpAT 07

O satélites Express-AT1 é baseado na plataforma Express-1000N (Экспресс-1000H) e no lançamento tinha uma massa de 1.672 kg. O satélite tem uma potência de 5.600W e transporta 32 repetidores de banda-Ku. Por seu lado, o satélite Express-AT2 é baseado na plataforma Express-1000K (Экспресс-1000К) e no lançamento tinha uma massa de 1.326 kg. O satélite tem uma potência de 2.850W e transporta 16 repetidores de banda-Ku.

Com um tempo de vida útil de 15 anos em órbita, ambos os satélites irão oferecer serviços de comunicações, retransmissão de televisão e serviços de transmissão de dados ao território russo.

O foguetão 8K82KM Proton-M/Briz-M

Tal como o 8K82K Proton-K (Протон-K), o 8K82KM Proton-M (Протон-M) é um lançador a três estágios podendo ser equipado com um estágio superior Briz-M (Бриз-М) ou então utilizar os usuais estágios Blok DM. As modificações Proton-M pt reduxintroduzidas no Proton incluem um novo sistema avançado de aviónicos e uma ogiva com o dobro do volume em relação ao 8K82K Proton-K, permitindo assim o transporte de satélites maiores. Em geral este lançador equipado com o estágio Briz-M, construído também pela empresa Khrunichev, é mais poderoso em 20% e tem maior capacidade de carga do que a versão anterior equipada com os estágios Blok DM construídos pela RKK Energia.

O 8K82KM Proton-M/Briz-M em geral tem um comprimento de 53,0 metros, um diâmetro de 7,4 metros e um peso de 712.800 kg. É capaz de colocar uma carga de 21.000 kg numa órbita terrestre baixa a 185 km de altitude ou 2.920 kg numa órbita de transferência para a órbita geossíncrona, desenvolvendo para tal no lançamento uma força de 965.580 kgf. O Proton-M é construído pelo Centro Espacial de Pesquisa e Produção Estadual Khrunichev, tal como o Briz-M.

Neste lançamento foi utilizado um estágio superior Briz-M Fase III. Esta é uma recente melhoria deste estágio que utiliza dois novos tanques de pressão (com uma capacidade de 80 litros), substituindo os anteriores seis tanques de dimensões mais pequenas. Procedeu-se ainda a uma recolocação dos instrumentos de comando para a zona central do tanque para assim mitigar as cargas de choque que o tanque de propolente adicional é ejectado.

Este foi o último lançamento da Fase III no desenvolvimento deste lançador.

O primeiro lançamento do foguetão 8K82KM Proton-M/Briz-M teve lugar a 7 de Abril de 2001 (0347:00,525UTC) quando o veículo 53501 utilizando o estágio Briz-M (88503) colocou em órbita o satélite de comunicações Ekran-M 18 (26736 2001-014A) com uma massa de 1.970 kg a partir do Cosmódromo GIK-5 Baikonur (LC81 PU-24).

A mais recente modificação levada a cabo no lançador Proton-M/Briz-M (Fase III) permite colocar numa órbita de transferência para a órbita geossíncrona uma carga de 6.150 kg, tendo um aumento de massa de 1.150 kg em relação à versão original do lançador. Entretanto, foi já iniciada uma nova fase de modificações (Fase IV) que deverá terminar em 2013 com a capacidade de carga a ser aumentada para 6.300 kg para uma órbita de transferência para a órbita geossíncrona e uma velocidade residual de 1,5 km/s para a órbita geossíncrona.

Proton-M_caracteristicas

1) Também designado RD-275M ou 14D14M. O motor RD-275 resultou dos melhoramentos ao motor RD-253 levados a cabo entre 1987 e 1993 com o intuito de se produzir uma versão mais potente do motor RD-253. Uma força superior em 7,7% foi conseguida ao aumentar a pressão na câmara de combustão e permitiu elevar a massa da carga para a órbita geostacionária em mais de 600 kg. Este motor foi pela primeira vez utilizado no lançador Proton-M em 1995. A Energomash começou o desenvolvimento de uma versão mais potente do motor RD-275 em 2001, tendo uma potência 5,2% superior o que permite mais 150 kg de carga para a órbita geossíncrona.

2) Também designado 8D411K, RD-465 ou 8D49.

Os próximos lançamentos com o foguetão 8K82KM Proton-M são:

5 de Abril (2142:00UTC) – 93545/99547 – LC200 PU-39 – Express-AM4R (Экспресс-АМ4Р)

28 de Abril (????:??UTC) – 93546/99548 – LC81 PU-24 – Luch-5V (Луч-5В); KazSat-3 (КазСат-3)

29 de Maio (1903:00UTC) – 93547/99549 – LC81 PU-24 – Luch (Луч)

?? de Junho (????:??UTC) – ?????/????? – LC81 PU-24 – Express-AM6 (Экспресс-АM6)

?? de Setembro (????:??UTC) – ?????/????? – LC200 PU-39 – Express-AM7 (Экспресс-АM7)

Proto-MExpAT 08

Proto-MExpAT 09

Proto-MExpAT 10

Dados estatísticos

– Lançamento orbital: 5345

– Lançamento orbital com sucesso: 4998

– Lançamento orbital Rússia: 3126

– Lançamento orbital Rússia com sucesso: 2974

– Lançamento orbital desde Baikonur: 1418

– Lançamento orbital desde Baikonur com sucesso: 1335

A seguinte tabela mostra os totais de lançamentos executados este ano em relação aos previstos para cada polígono à data deste lançamento: 1ª coluna – lançamentos efectuados (lançamentos fracassados); 2ª coluna – lançamentos previstos à data; 3ª coluna – satélites lançados:

Baikonur – 3 / 31 / 5

Plesetsk – 0 / 18 / 0

Dombarovskiy – 0 / 5 / 0

Cabo Canaveral AFS – 3 / 26 / 3

Wallops Island MARS – 1 / 3 / 34

Vandenberg AFB – 0 / 7 / 0

Kauai TF – 0 / 1 / 0

Jiuquan – 0 / 1* / 0

Xichang – 0 / 6* / 0

Taiyuan – 0 / 3* / 0

Hainan – 0 / 1 / 0

Tanegashima – 1 / 6 / 8

Kourou – 1 / 16 / 2

Satish Dawan, SHAR – 1 / 5 / 1

Odyssey – 0 / 1 / 0

Semnan – 0 / 2* / 0

* Valores não precisos

Dos lançamentos bem sucedidos levados a cabo30,0% foram realizados pela Rússia; 40,0% pelos Estados Unidos (incluindo ULA, SpaceX e Orbital SC); 0% pela China; 10,0% pela Arianespace; 10,0% pelo Japão; 10,0 % pela Índia e 0% pel0 Irão.

Os próximos lançamentos orbitais previstos são:

23 Mar (2205:00) – Ariane-5ECA (VA216) – CSG Kourou, ELA3 – Astra-5B; Amazonas-4A

24 Mar (????:??) – 14A14-1B Soyuz-2-1B/Fregat-M (78085168/112-01) – GIK-1 Plesetsk, LC43/4 – GLONASS-M (blok-50s)

25 Mar (1805:00) – Atlas-V/541 – Cabo Canaveral AFS, SLC-41 – NROL-65

25 Mar (2117:25) – 11A511U-FG Soyuz-FG (Т15000-047) – Baikonur, LC1 PU-5 – Soyuz TMA-12M (Союз ТМА-12М)

30 Mar (1151:00) – PSLV-C24 – Satish Dawan SHAR, FLP – IRNSS-1B

Imagens: Roscosmos

Deixe um comentário