Pintura Iraniana



Iranian 1

O satélite Sentinel-2A leva-nos ao nordeste do Irão, o segundo maior país do Médio Oriente.

Uma região seca, a maior parte do território do Irão é classificado como árido e semi-árido, do qual cerca de metade é caracterizado por pastagens, terra árida e montanhas.

Visível no centro da imagem e no canto superior esquerdo encontram-se leques aluviais. Estes formam-se quando ribeiros ou rios atingem as planícies e se espalham. Eles representam o padrão distinto de escoamento de água das montanhas, onde o solo erodido, com a ajuda da chuva, é levado a partir das encostas da montanha para as terras mais baixas.

No canto superior esquerdo, assemelhando-se a pinceladas numa pintura, a acumulação sazonal de água e vários minerais de sal é evidente em tons cinza e branco.

Espalhados por toda a imagem encontram-se muitas parcelas agrícolas, distintas numa região tão árida e montanhosa, que também dispõe de várias formações rochosas.

Na extremidade direita, é visível a cidade de Bajestan, com muitos campos agrícolas à sua volta. É uma cidade com uma população de cerca de 11 000 habitantes, sendo os seus produtos mais importantes o açafrão e as romãs, os quais crescem em várias parcelas à esquerda.

As sombras a vermelho indicam o quão sensível é o instrumento multi-espectral no Sentinel-2A em relação às diferenças no conteúdo de clorofila, fornecendo importantes informações sobre a saúde da vegetação.

Várias cidades ou povoações estão representados em tons cinza por toda a imagem.

Esta imagem de cor-falsa – também destacada no programa de vídeo Terra vista do Espaço – foi tirada pelo Sentinel-2A no dia 22 de Fevereiro de 2016. O satélite é o primeiro de dois satélites da missão Sentinel-2 para o programa Copérnico Europeu, carregando um instrumento de alta resolução de faixa ampla com 13 bandas espectrais, para uma nova perspectiva sobre o nosso solo e vegetação.

Notícia e imagem: ESA

Tags:  ,

Deixe um comentário