Intelsat-16 – Relatório de Missão nº 2

Chegou hoje ao Cosmódromo GIK-5 Baikonur a bordo de um avião de transporte Antonov An-124-100 ‘Ruslan’, o estágio superior 14S43 Briz-M que será utilizado para o lançamento do satélite de comunicações Intelsat-16 no dia 12 de Fevereiro de 2010. O estágio superior foi depois transportado desde o aeroporto Yubileyniy para as instalações do edifício 101 onde será preparado para o lançamento.

Hoje também chegou a Baikonur um segundo grupo de especialistas que irá participar nos preparativos para o lançamento do Intelsat-16.

O lançamento do Intelsat-16 será levado a cabo por um foguetão 8K82KM Proton-M/Briz-M a partir da Plataforma de Lançamento PU-39 do Complexo de Lançamento LC200 do Cosmódromo GIK-5 Baikonur, Cazaquistão.

Leia mais

Notícia do Jornal PÚBLICO

Hoje no Jornal PÚBLICO um interessante artigo intitulado "Cosmonautas russos ainda são heróis, mas os futebolistas são mais populares", sobre como os russos vêm o seu programa espacial. Um artigo de Catarina Gomes (texto) e Nuno Ferreira Santos (fotos). Leia mais

Intelsat-16 – Relatório de Missão nº 1

O Boletim Em Órbita inicia hoje a publicação dos Relatórios de Missão que irão descrever os preparativos para o lançamento do satélite de comunicações Intelsat-16 previsto para o dia 12 de Fevereiro de 2010.

O Intelsat-16 foi construído pela Orbital Sciences Corporation e é baseado no modelo Star-2.4. A sua massa no lançamento é de 2.056,6 kg e o satélite terá uma vida operacional de 16 anos. O satélite, também designado IS-16, será localizado na órbita geossíncrona a 58º longitude Oeste. Este satélite de banda Ku de grande potência irá fornecer a capacidade de expansão para a SKY Mexico oferecendo serviços de alta definição, nomeadamente notícias, desporto e programação de entretenimento para os clientes direct-to-home...

Leia mais

GOES-P – Relatório de Missão nº 2

 

Enquanto que a maior parte do satélite foi exposta antes da suspensão dos trabalhos para as férias do Natal, a abertura dos instrumentos individuais do satélite só teve lugar a 8 de Janeiro, iniciando-se de seguida os testes associados. Os testes do módulo geral do satélite foram já finalizados. O teste total do satélite demora cerca de seis semanas e envolve o sistema de obtenção de imagens, a instrumentação, os sistemas de comunicações e de fornecimento de energia. De seguida, o satélite será abastecido com os propolentes necessários às manobras orbitais e para o sistema de controlo de atitude...

Leia mais

Relatório de Missão nº 15 – Solar Dynamics Observatory

 

A acoplagem entre o estágio Centaur e o estágio Atlas foi adiada vários dias antes das férias do Natal devido ao ventos fortes, levando a que fosse gasto mais tempo do que os dias de contingência disponíveis. Como resultado o lançamento do Solar Dynamics Observatory (SDO) foi adiado para 9 de Fevereiro se o vaivém espacial Endeavour for lançado como previsto a 7 de Fevereiro. Os trabalhos de processamento continuam a decorrer a bom ritmo tanto para o foguetão Atlas-V como para o SDO.

No Complexo de Lançamento 41 continuam os testes integrados dos estágios Atlas e Centaur. A 20 de Janeiro o foguetão lançador será transportado do edifício de integração vertical VIF (Vertical Integration Facility) para a plataforma de lançamento em preparação para a o ensaio da contagem decrescente com o aba...

Leia mais

Problema com o Tranquility pode adiar missão do Endeavour

 

Testes de prova levados a cabo recentemente às condutas de amoníaco associadas ao módulo Node 3 ‘Tranquility’ que será transportado pelo vaivém espacial Endeavour para a estação espacial internacional. Nesta altura o problema está a ser estudado pela NASA que põe a hipótese de levar a cabo uma missão mais curta com somente uma única actividade extraveícular ou então proceder ao adiamento da missão trocando a ordem dos voos em 2010.

As condutas de amoníaco são um elemento fundamental no sistema activo de controlo térmico que leva a cabo o arrefecimento do módulo durante as operações de instalação no decorrer da missão STS-130. Esta missão tem duas actividades extraveículares dedicadas a tarefas de ligação e activação do módulo.

As condutas deveriam ter sido transportadas para o Centro Espac...

Leia mais