O segundo despertar da LightSail-A – abertura da vela solar será dia 7 de Junho



LightSail_TPS 1

O pequeno satélite LightSail-A da Planetary Society, despertou pela segunda vez retomando o contacto com os seus controladores após um período de silêncio que mais uma vez fez recear pelo futuro da missão.

O contacto com o CubeSat foi retomado às 1821UTC do dia 6 de Junho de 2015 e pela primeira vez desde a tarde do dia 3 de Junho. Durante as duas passagens pela zona de visibilidade foram recebidos 23 pacotes de informação pela estação terrestre de Cal Poly San Luis Obispo.

Na altura foi considerada uma abertura rápida da vela solar, mas com os níveis de energia nas baterias ainda instáveis e apenas uma passagem pela zona de visibilidade antes de um período previsto de mais de oito horas sem comunicações, a a equipa de controladores desistiu da ideia. Quando o LightSail-A voltou de uma nova volta em torno da Terra a sua telemetria mostrou que as suas baterias estavam a carregar, algo visto pela primeira vez desde a abertura dos seus painéis solares.

Se os níveis de energia continuarem a aumentar e se mostrarem estáveis na manhã do dia 7 de Junho, a abertura da vela solar deverá ter lugar pelas 1802UTC deste dia.

Os engenheiros do projecto têm estado a trabalhar de forma afincada para determinar as causas que levaram a que as baterias fossem transferidas para o modo de segurança após a abertura dos painéis solares. Antes da aquisição do sinal na tarde de Sábado, a teoria principal apontava para o facto de o pequeno satélite estar «encravado» num loop no seu software onde os níveis de energia estavam demasiado baixos na sombra da Terra, mas muito elevados na parte iluminada da sua órbita. Esta variação de energia impediu as baterias de reconectar os seus circuitos ao satélite impedindo o retomar da normalidade das operações.

Imagem: The Planetary Society

Tags:  

Deixe um comentário