O que é o Kwangmyongsong-3?




A Coreia do Norte prepara-se para lançar o satélite artificial Kwangmyongsong-3 que foi definido como sendo um satélite científico. Porém, muitos analistas duvidam da verdadeira utilidade do satélite se ele alguma vez atingir a órbita terrestre.

Já muito se tem especulado sobre o verdadeiro objectivo deste lançamento norte-coreano. O foguetão Unha-3, uma versão melhorada do foguetão Unha-2 utilizado em Abril de 2009 para tentar colocar em órbita o satélite Kwangmyongsong-2, é nesta altura um foguetão espacial mas também um meio para testar a tecnologia que no futuro poderá ser utilizada para o desenvolvimento de um míssil balístico intercontinental. Assim, o Kwangmyongsong-3 poderá ser apenas uma fachada para um teste militar da Coreia do Norte que segundo algumas fontes sul-coreanas, se prepara também para realizar um novo teste atómico. Nesta altura a Coreia do Norte está ainda a muitos anos de conseguir «miniaturizar» um dispositivo nuclear (a verdadeira preocupação do mundo ocidental) e assim a verdadeira utilidade do Unha-3 (ou do míssil Taepodong-2) para o transporte destes dispositivos é actualmente quase nula.

Vários observadores têm tentado explicar o satélite Kwangmyongsong-3, havendo mesmo quem se refira ao satélite como apenas uma caixa oca sem qualquer utilidade. De facto, torna-se complicado fazer a autópsia do satélite sem se conseguir ver o seu interior e os dispositivos protuberantes pouco ajudam na análise, podendo no entanto tratar-se de sensores e câmaras de observação. A Coreia do Norte referiu já que o satélite será utilizado como um posto de observação meteorológica, fornecendo também dados sobre os recursos naturais do país. O satélite deverá ser colocado numa órbita polar, havendo ainda alguma confusão sobre a possibilidade da sua sincronização com o Sol.

Coberto por painéis solares fixos, o satélite não têm qualquer meio de propulsão ou de correcção de atitude próprio, podendo no entanto estar equipado com um mastro que após a sua entrada em órbita seja colocado em posição fornecendo assim um gradiente de gravidade para estabilizar o satélite. Segundo fontes norte-coreanas as suas dimensões são 1372 x 602 x 732 mm.

Imagem: People’s Daily

Deixe um comentário