O Ovo da Páscoa de Gaia



Isto pode parecer uma embalagem de ovos da Páscoa brilhantemente decorados, mas, na verdade, representa como o satélite Gaia da ESA examinou o céu durante os seus primeiros 14 meses de operações científicas, entre Julho de 2014 e Setembro de 2015.

A imagem oval representa a esfera celestial, com as cores indicando com que frequência as diferentes partes do céu foram digitalizadas. O azul representa as regiões analisadas com maior frequência nesse período de tempo; as cores mais leves menos.

O satélite explora grandes círculos no céu, cada um com uma duração de cerca de seis horas. Durante o primeiro mês, o procedimento de análise foi tal que os polos eclípticos foram sempre incluídos. Isso significava que Gaia observava as estrelas nessas regiões muitas vezes, fornecendo uma valiosa base de dados para a calibração inicial das observações.

Em seguida, o satélite iniciou a sua pesquisa principal, analisando de forma a conseguir a melhor cobertura possível de todo o céu.

Estes primeiros 14 meses forneceram o primeiro catálogo do brilho e posição precisa de mais de mil milhões de estrelas, o maior levantamento de todos os objetos celestiais no céu realizado até à data.

Durante a sua missão de cinco anos, Gaia examinará mil milhões de estrelas na nossa galáxia e vizinhança galáctica local, medindo a sua posição e movimento com uma precisão sem precedentes, para construir o mapa 3D mais preciso da Via Láctea e responder a perguntas sobre a sua estrutura, origem e evolução.

Assista a uma animação de como Gaia explora o céu aqui.

Notícia e imagem: ESA

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

Tags:  ,

Deixe um comentário