Novo passeio espacial



eva

No espaço de uma semana dois cosmonautas russos realizaram uma segunda actividade extraveícular para a manutenção da estação espacial internacional. A saída para o exterior da ISS teve início às 1134UTC do dia 22 de Agosto de 2013, a partir do módulo Pirs. Este foi o 173º passeio espacial para a montagem ou manutenção da estação espacial internacional e nela participaram Fyodor Yurchikhin e Alexander Misurkhin.

Fyodor Yurchikhin deveria utilizar o fato extraveícular Orlan-MK 5 (com listas vermelhas) enquanto que Misurkhin deveria utilizar o fato extraveícular Orlan-MK 6 (com listas azuis). No entanto, Yurchikhin decidiu trocar o seu fato pelo fato n.º 4 (com listas azuis).

O objectivo desta saída para o espaço foi a substituição de uma experiência de comunicações por laser por um sistema de câmara óptica, além de se proceder à deslocação de um ponto de fixação na fuselagem da estação e realizar a inspecção de um número de zonas para se tentar determinar a razão que levou a que uma cobertura de uma antena se soltasse à dias atrás.

O Centro de Controlo de Korolev havia inicialmente remover das actividades a serem realizadas pelos dois cosmonautas, a instalação de uma estação de trabalho bem como a recolocação do sistema de fixação a ela associado. Porém, os dois homens decidiram proceder à sua instalação mesmo com o problema que levou o centro de controlo a remover esta tarefa. Aparentemente, existem um desalinhamento na sua configuração, porém este só é observado numa determinada posição que pode ser no entanto corrigida por meios mecânicos.

A cobertura da antena que se separou da ISS foi observada e filmada pelos tripulantes da estação espacial. Durante esta actividade extraveícular, os dois cosmonautas apertarem todos os parafusos de fixação das restantes coberturas.

Antes de regressarem ao módulo Pirs, os dois homens exibiram uma bandeira russa no exterior da ISS celebrando assim o Dia da Bandeira que se comemorava naquele país. A actividade extraveícular terminou às 1732UTC, após 5 horas e 58 minutos no exterior.

Imagem: NASA

Deixe um comentário