NASA tenta resolver problemas técnicos do Discovery



Com o lançamento adiado e agora agendado para o dia 30 de Novembro, a NASA tenta resolver os problemas técnicos que já marcaram a última missão espacial do OV-103.

O lançamento do Discovery foi adiado devido à ocorrência de uma fuga de hidrogénio e mais tarde foi descoberta uma fenda na espuma isoladora do tanque exterior de combustível líquido que veio a revelar-se mais problemática do que inicialmente se pensava.

Após procederam à desmontagem da estrutura de ventilação de hidrogénio na parte lateral do tanque exterior de hidrogénio líquido, os técnicos descobriram uma fuga nesse dispositivo de fixação, tendo este sido removido e desmontado. Neste processo foi encontrado um anel de selagem que estava comprimido. Por outro lado, o equipamento parece não possuír um encaixe tão concentrico como revelavam as medições levadas a cabo antes do abastecimento do tanque de combustível.

Um dispositivo Ground Umbilical Carrier Plate (GUCP) foi anteriorment testado durante a montagem do tanque exterior de combustível e as medições indicavam um melhor encaixe.

A NASA tenta também resolver os problemas encontrados com a estrutura do tanque exterior após a descoberta de pequena fendas que levaram por suas vez ao aparecimento de outras fendas na espuma isolante do ET-137. Estas fendas apareceram durante o abastecimento do tanque com os propolentes criogénicos e após terem cortado a espuma, os técnicos descobriram as fendas por debaixo. A espuma cobria uma longarina que faz parte de uma estrutura fixada por rebites no compartimento que separa o tanque dehidrogénio líquido do tanque de oxigénio líquido e queé denominado por ‘intertanque’. Os técnicos julgam que podem resolver o problema ao fixas uma nova estrutura e depois cobrindo-a com espuma isolante.

Imagens: NASA

Deixe um comentário