NASA e NOAA lançam NPP




O satélite NPP (NPOESS Preparatory Project) foi colocado em órbita às 0948:01,828UTC do dia 28 de Outubro de 2011 por um foguetão Delta-2 7920-10 (D357) da ULA (United Launch Alliance) a partir do Complexo de Lançamento SLC-2W da Base Aérea de Vandenberg, Califórnia.

O satélite NPP foi originalmente desenvolvido como um protótipo para o programa NPOESS. Após o cancelamento deste programa, o novo satélite irá ser utiizado de forma operacional. Foi construído pela Ball Aerospace e é baseado na plataforma BCP-2000, tendo uma massa de 1.976 kg. A sua missão terá uma duração de 5 anos.

A missão do NPP será a de observar o ambiente e a atmosfera terrestre.

Juntamente com o NPP foram lançados seis nanossatélites transportados em três PPOD da CalPoly. O satélite E1P Explorer 1 (PRIME) F2 foi originalmente construído como suplente do satélite Explorer-1 Prime que foi perdido devido a um acidente com um foguetão Taurus-XL em Março de 2011. O objectivo desta missão é a voar uma experiência semelhante à que foi transportadano satélite Explorar- em 1958, mas usando tecnologia actual. Este satélite tem uma massa de 1 kg.

O RAX-2 (Radio Aurora Explorer-2), da Universidade do Michigão, irá estudar os efeitos do campo magnético terrestre na órbita do satélite utilizando um radar de alta-resolução para estudar pequenas alterações na altitude do veículo, para assim aferir a relação entre tais alterações e as linhas do campo magnético. O RAX-2 tem uma massa de 3 kg.

Os satélites DICE (Dynamic Ionosphere CubeSat Experiment) 1 e 2 irão observar as tempestados periódicas na ionosfera que ocorrem principalmente sobre os Estados Unidos. Cada satélite tem uma massa de 1 kg.

Por seu lado, o AubieSat-1, da Universidade de Auburn, irá investigar a propagação das ondas de rádio na ionosfera terrestre. A sua massa é de 1 kg.

Finalmente, o M-Cubed, será operado pela Universidade do Michigão e transporta uma carga de observação da Terra que consiste numa câmara de 2 MPixel com um campo de visão de 50º e uma distância fical de 2,8 mm.

Deixe um comentário