MUOS-2 colocado em órbita



MUOS-2 LANCAMENTO

A United Launch Alliance (ULA) levou a cabo o lançamento do satélites MUOS-2 (Mobile User Objective System-2) a partir do Complexo de Lançamento SLC-41 do Cabo Canaveral AFS, Florida. O lançamento teve lugar às 1300:00,242UTC do dia 19 de Julho de 2013 e foi levado a cabo pelo foguetão Atlas-V/551 (AV-040).

A missão de lançamento do MUOS-2 tem uma duração de 2 horas e 53 minutos com três queimas do estágio Centaur.

O satélite MUOS-1 irá garantir uma capacidade continuada do actual sistema de comunicações em frequência ultra-elevada e representa a colocação em órbita do primeiro satélite do sistema táctico da próxima geração de comunicações de banda estreita. O sistema MUOS irá substituir o actual sistema de comunicações por satélite via UHF, fornecendo aos utilizadores militares uma capacidade de comunicações 10 vezes superior à actual, incluindo voz, vídeo e transmissão de dados em simultâneo, utilizando as tecnologias de comunicações 3G.

O sistema MUOS irá fornecer uma utilização denominada ‘net-centric’ das comunicações em UHF. Por comunicação ‘net-centric’ entende-se a participação como parte de uma comunidade complexa de pessoas, dispositivos, informações e serviços em evolução contínua, interconectados por uma rede de comunicações para garantir um melhor benefício de recursos e uma melhor sincronização de eventos e suas consequências. Por outro lado, o sistema irá fornecer as seguintes capacidades: comunicações em movimento e para lá do horizonte ao combatente tendo em conta a usa usabilidade; comunicações globais para ligar qualquer conjunto de utilizadores, independentemente da sua localização com excepção das regiões polares; uma conectividade melhorada em ambientes hostis incluindo regiões urbanas, montanhas, florestas, más condições atmosféricas ou com condições atmosféricas adversas às comunicações; arquitectura de “largura de banda em demanda”que é futuramente melhorada com novos sistemas no solo e fornece uma acessibilidade à rede de informação global GIG (Global Information Grid), à NIPRNet (Non-secure Internet Protocol Router Network), à SIPRNet (Secure Internet Protocol Router Network), e DISN (Defense Information Systems Network).

pg_MUOS_Satellite

Os satélites MUOS são fabricados pela Lockheed Martin Space Systems (empresa principal) juntamente com a Boeing Satellite Systems e com a General Dynamics C4 Systems. Os satélites são construídos na unidade de sistemas espaciais comerciais da Lockheed Martin em Newtown, Pensilvânia, e a sua montagem final e teste tem lugar em Sunnyvale, Califórnia. Os satélites são baseados no modelo A2100M. A General Dynamics desenvolveu as interfaces de utilizador e a componente do solo do sistema, fornecendo uma rede de comunicações segura, e a gestão do controlo do satélite e da rede de comunicações. Por seu lado, a Boeing Satellite Systems fornece a carga de comunicações UHF, enquanto que a empresa Ericsson (de Plano – Texas) fornece partes do segmento integrado do solo. Finalmente, a Harris Corporation, Melbourne – Florida, fornece as antenas reflectoras que são utilizadas nos satélites (duas por veículo).

Este foi o 4946º lançamento orbital bem sucedido, sendo o 1436º lançamento orbital bem sucedido dos Estados Unidos e o 619º lançamento orbital bem sucedido a partir do Cabo Canaveral, sendo o 9º lançamento dos EUA e o 3º lançamento desde Cabo Canaveral em 2013.

Para 2013 estão agora previstos 101 lançamentos orbitais. A seguinte tabela mostra os totais de lançamentos executados este ano em relação aos previstos para cada polígono (entre parêntesis estão os lançamentos fracassados se for o caso):

Baikonur – 13 (1) / 29

Plesetsk – 3 / 11

Dombarovskiy – 0 / 2

Cabo Canaveral AFS – 6 / 14

Wallops Island MARS – 1 / 3

Vandenberg AFB – 2 / 6

Kauai – 0 / 1

Jiuquan – 3 / 4*

Xichang – 1 / 3

Taiyuan – 0 / 5*

Tanegashima – 1 / 3

Kagoshima – 0 / 1

Kourou – 4 / 9

Satish Dawan, SHAR – 2 / 4

Sohae – 0 / 1*

Semnan – 1 (1?)* / 4*

Naro – 1 / 1

Odyssey – 1 (1) / 1

* Valores incertos

Dos lançamentos bem sucedidos levados a cabo 41,7% foram realizados pela Rússia; 25,0% pelos Estados Unidos (incluindo ULA, SpaceX e Orbital SC); 11,1% pela Arianespace; 11,1% pela China; 5,6 % pela Índia; 2,8% pelo Japão; e 2,8% pela Coreia do Sul.

Os próximos cinco lançamentos orbitais previstos são:

19 Jul (2328:00) – CZ-4C Chang Zheng-4C – Taiyuan, LC9, YG-17 Yaogan Weixing-17

25 Jul (1953:00) – Ariane-5ECA (VA214) – CSG Kourou, ELA3 – Alphasat I-XL (Inmarsat-XL); Insat-3D

27 Jul (2045:06) – 11A511U Soyuz-U (130) – Baikonur, LC31 PU-6 – Progress M-20M (ISS-52P)

03 Ago (1948:00) – H-2B (F4) – Tanegashima, Yoshinobu LP2 – HTV-4 Kounotori-4

06 Ago (????:??) – GSLV-D5 – Satish Dawan SHAR, Ilha de Sriharikota – GSAT-14

Imagens: ULA

Deixe um comentário