Modelo de desenvolvimento térmico de JUICE e o simulador Solar

Uma visão do modelo de desenvolvimento térmico do JUICE dentro do Large Space Simulator no coração técnico da ESA, na Holanda.

JUICE, ou Jupiter Icy Moon Explorer (Explorador das Luas Geladas de Júpiter), é a futura missão da ESA para explorar o maior planeta do Sistema Solar e as suas luas portadoras de oceanos. Com lançamento planeado para junho de 2022, embarcará numa viagem de sete anos que recorrerá a vários voos aproximados – da Terra, Vénus, Terra, Marte e novamente a Terra – antes de deixar o Sistema Solar interno para Júpiter.


Para garantir que a aeronave sobreviverá às variações extremas de temperatura que irá experienciar ao longo da jornada, um teste de verificação térmica foi concluído em maio de 2018.

O modelo da nave espacial, envolto num isolamento de multicamadas, é visível em primeiro plano, enquanto as lâmpadas de alta energia e os espelhos do simulador Solar podem ser vistos na parte superior da estrutura. O simulador Solar foi usado para aquecer o lado do modelo da nave espacial voltado para o Sol, a cerca de 200ºC. Enquanto isso, a temperatura interna da câmara de vácuo foi reduzida para -180ºC, através de envoltórios térmicos preenchidos com azoto líquido, para reproduzir as condições frias dos lados que ficarão de costas para o sol.

Esta fase quente foi seguida pela fase fria, que simulou o ambiente de baixa temperatura em Júpiter, mantendo as condições frias dentro da câmara e desligando as lâmpadas de simulação Solar.

Mais sobre a campanha de testes: JUICE chega do teste de temperatura extrema

Notícia e imagem: ESA

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

 

%d blogueiros gostam disto: