Missão Swarm – Preparativos para o lançamento (I)



Swarm 01

A missão Swarm foi projectada para medir os sinais magnéticos que são emitidos do núcleo da Terra, do seu manto, crosta, oceanos, ionosfera e magnetosfera. Isto irá levar a uma melhor compreensão dos processos que regulam o dínamo terrestre, que presentemente parece estar a enfraquecer. Ao estudar as complexidades do escudo protector magnético da Terra, os satélites Swarm irão fornecer uma visão clara dos processos que ocorrem no interior do planeta. Juntamente com as medições das condições na alta atmosfera, poderá ser adquirido uma melhor compreensão do ambiente espacial próximo da Terra bem como sobre a influência do Sol no nosso planeta.

Os três satélites Swarm serão lançados às 2057:30UTC do dia 20 de Novembro de 2013 desde o Cosmódromo GIK-1 Plesetsk pelo foguetão Rokot/Briz-KM (4925882031/72524) a partir do Complexo de Lançamento LC133/3.

Os preparativos para o lançamento decorrem sem problemas no cosmódromo mais a Norte existente na Rússia, com a campanha de lançamento a ter início a 17 de Setembro de 2013. Neste dia o primeiro dos três satélites chegou ao Aeródromo de Pero no Cosmódromo de Plesetsk, após ter sido inspeccionado pelos serviços alfandegários russos no Aeroporto de Ackhangelsk. Os restantes dois satélites chegariam a 19 e 21 de Setembro. Já na semana anterior haviam chegado ao cosmódromo as equipas da ESA, da Astrium, da Khrunichev e da Eurockot, para prepararem o início da campanha de lançamento.

Após chegar a Plesetsk, os satélites foram transportados para as instalações de preparação, abastecimento e integração, sendo removidos dos contentores de transporte e inspeccionados.

Os satélites Swarm foram construídos pela Astrium GmbH e têm uma massa de cerca de 500 kg.

No dia 7 de Outubro, e com o sistema de abastecimento de Freon pronto, o satélite Swarm-1 foi transportado para a Sala 101B para ser iniciado o processo de abastecimento. Este teve início a 9 de Outubro ao mesmo tempo que o satélite Swarm-2 era submetido a testes funcionais a 8 de Outubro. O abastecimento de Freon prolongou-se até ao dia 10 de Outubro, enquanto que novos testes funcionais eram executados nos restantes dois satélites.

No dia 11 de Outubro o Swarm-1 era transportado de volta para a Sala 101A, juntando-se assim aos restantes dois satélites. Entretanto, na Sala 101B iniciavam-se os preparativos para os trabalhos de preparação do estágios superior Briz-KM e da carenagem de protecção. Nos dias seguintes o estágio superior seria submetido a testes pneumáticos.

Imagem: Eurockot

Deixe um comentário