Missão da LightSail-A em suspenso



LightSail-A 003

Após um lançamento bem sucedido no dia 20 de Maio de 2015 a bordo de um foguetão Atlas-V/501, a missão da LightSail-A da Planetary Society vê-se agora ameaçada devido a um problema com o seu software de bordo, levando a que o satélite ficasse silencioso.

Depois de ter enviado mais de 140 pacotes de dados para a Terra, uma vulnerabilidade no seu software de controlo levou a que o principal quadro de aviónicos suspendesse as operações do pequeno satélite. Nesta altura apenas uma reinicialização do sistema parece ser a solução para a continuação da missão. Logo que isto acontece, a equipa de controladores irá proceder à abertura imediata da vela solar.

No final da tarde do dia 22 de Maio, o LightSail estava a operar como previsto e as estações no solo (localizadas no Cal Poly San Luis Obispo e no Georgia Tech) estavam a receber os dados em cada passagem do satélite.

Porém, no interior do software de voo do LightSail baseado no sistema Linux, um problema estava a aumentar. A casa 15 segundos, o satélite transmitia um pacote de telemetria que actuava como um farol. O software que controla o quadro principal do sistema escreve a informação correspondente num ficheiro denominado ‘beacon.csv’. Os ficheiros CSV podem ser vistos como folhas de calculo simplificadas, e de facto este ficheiros podem ser abertos com o Microsoft Excel.

À medida de mais pacotes são transmitidos, o ficheiro cresce em tamanho e quando atinge os 32 Mbites, faz com que o sistema de voo colapse. O fabricante do quadro de aviónicos corrigiu esta falha em posteriores revisões do software, mas infelizmente, a versão do software a bordo do LightSail-A não inclui esta actualização!

No final do dia 22 de Maio, a equipa de controladores recebeu um aviso sobre este problema e uma solução foi rapidamente encontrava para impedir que o problema atingisse o satélite. O envio da informação estava previsto para ser enviado na passagem seguinte por uma estação de controlo, mas antes que isto acontecesse, o LightSail-A ficou silencioso. O último pacote de dados foi recebido às 2131UTC do dia 22 de Maio.

O satélite está agora silencioso e os controladores enviam sinais de forma periódica numa tentativa de reactivar o satélite, aguardando também que alguma partícula energética possa despoletar este processo fazendo um reboot do sistema.

Tags:  

Deixe um comentário