Missão concluída



A última expedição aquanautada da NASA, de 10 dias, terminou esta semana na costa da Flórida. Denominado NEEMO, o projecto ‘NASA Extreme Environment Mission Operations’ (Operações de Missão em Ambiente Extremo) simula condições de exploração espacial no fundo do mar, para testar tecnologia e treinar astronautas para expedições fora do planeta.

O astronauta da ESA, Pedro Duque, juntou-se, este ano, à tripulação de seis homens da NEEMO-22 (22ª expedição da NEEMO), no habitat subaquático Aquarius, que incluiu os astronautas Kjell Lindgren da NASA como comandante, o cientista planetário Trevor Gradd, o cientista Dom D’Agostino e dois técnicos de suporte. 

Os objetivos deste ano incluíram tecnologia de teste para rastreio de equipamento e o estudo da composição corporal e o período de sono. 

A equipa também avaliou o novo material da ESA para ajudar a evacuar os astronautas quando numa caminhada espacial lunar. O conceito de Assembleia de Sistema de Evacuação Lunar (LESA) foi desenvolvido e testado no centro de astronautas da ESA em Colónia, na Alemanha. 

Numa saída no espaço, os astronautas sempre se dirigem para o exterior aos pares, por segurança. O LESA permitirá que um astronauta transporte um colega que necessite de auxílio de volta à base e o resgate. O sistema foi testado na instalação de flutuação neutra da ESA e foi submetido a um teste operacional durante a NEEMO-22. 

O retorno à superfície envolve a descompressão e demorou cerca de 17 horas, em comparação com as cinco a seis horas que normalmente leva para retornar à Terra a partir do espaço.

Notícia e imagens: ESA

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

Tags:  , ,

Deixe um comentário