Lisboa



Lisbon_Portugal_large

Esta imagem de radar do satélite Sentinel-1A mostra a área metropolitana de Lisboa.

A vir do canto superior direito está o rio Tejo, o maior rio da Península Ibérica, que se estende ao longo de mais de mil quilómetros. Na imagem podemos ver o final da viagem: o desaguar no Atlântico, em Lisboa.

O estuário – visível no centro da imagem – é reserva natural e Zona Húmida de Importância Internacional.

Com extensos lodaçais, salinas, canaviais, e salinas artificiais, a área é importante para cerca de 16 espécies de aves aquáticas, numerosas espécies de aves nidificantes e a lontra europeia. Fora da região de reserva é possível pescar, apanhar marisco, cultivar, como se pode ver pelas marcações dos terrenos agrícolas.

Nota-se bem também o centro de Lisboa, a parte com mais luminosidade na imagem. Também visível a Ponte 25 de Abril, a ligar Lisboa a Almada.

Para este, apesar de não ser tão visível, a Ponte Vasco da Gama, a maior da Europa, com 17,2km.

Esta imagem foi captada a 8 de Outubro de 2014 pelo satélite Sentinel-1A, o primeiro a ser desenvolvido para o programa  europeu Copernicus. O lançamento do próximo Sentinel-2A está previsto para esta primavera.

Notícia e imagem: ESA

Deixe um comentário