Lançamentos suborbitais em Maio



chess_vab2014_0

O mês de Maio de 2014 assistiu a vários lançamentos orbitais que tanto podem ser identificados como militares (i. e., testes de mísseis balísticos) como científicos.

No dia 3 de Maio, pelas 0800UTC, foi lançado desde White Sands a missão NASA 36.235US ‘HYPE’ utilizando um foguetão-sonda Black Brant IX. A missão HYPE (HYdrogen Polarimetric Explorer) foi uma missão de astronomia de ultravioletas com o objectivo de medir o perfil da linha de polarização da emissão de ultravioleta Lyman-alfa do meio interplanetário. Segundo a agência espacial norte-americana, carga atingiu uma altitude de 278 km.

A 8 de Maio as forças militares russas levaram a cabo um exercício militar de grande escala que envolveu o lançamento de três mísseis balísticos intercontinentais. Dois destes mísseis foram lançados a partir de submarinos, sendo o terceiro lançado desde o Cosmódromo GIK-1 Plesetsk. Um míssil R-29M Shtil foi lançado a partir do submarino K-114 Tula localizado no Mar de Barents. Este míssil acabou por atingir o seu alvo localizado na zona de testes de Kura. Um míssil R-29R Volna foi lançado a partir do submarino K-223 Podolsk localizado no Mar de Okhotsk. O míssil atingiria o seu alvo localizado na zona de testes de Chiza. Finalmente, um míssil Topol foi lançado desde Plesetsk em direcção a Kura.

No dia 20 de Maio foi lançado desde o Cosmódromo GTsMP-4 Kapustin Yar um míssil Topol-E. Lançado às 1708UTC, o míssil foi direccionado para a zona de testes em Sary Shagan, Cazaquistão, e teve como objectivo testar uma nova carga de combate para futuros ICBM.

Um novo teste do sistema de intercepção Aegis foi realizado às 0535UTC do dia 21 de Maio com um míssil SM-3-IB a ser lançado desde Kauai.

A 24 de Maio, pelas 0735UTC, foi lançada a missão NASA 36.285UG (imagem em cima) a partir de White Sands e utilizando um foguetão-sonda Black Brant IX. A missão ‘CHESS’ (Colorado High-resollution Echelle Stellar Spectrograph) teve como objectivo o estudo do meio interestelar através da medição da absorção ultravioleta no espectro de estrelas brilhantes.

No dia 28 de Maio às 1130UTC deu-se o lançamento da missão REXUS-16 utilizando um foguetão-sonda Orion a partir de Kiruna. Atingindo uma altitude de 87 km, esta foi uma missão de estudo atmosférico e tecnológico tal como a missão REXUS-15 lançada às 1000UTC do dia 29 de Maio. O lançamento também foi levado a cabo por um foguetão-sonda Orion a partir de Kiruna.

Deixe um comentário