Lançamentos orbitais para Maio de 2018



O mês de Abril de 2018 termina com um total de 9 lançamentos orbitais, tendo sido colocados em órbita 19 satélites.

Até 30 de Abril, foram realizados 480 lançamentos orbitais neste mês, o que corresponde a uma média de 8,0 lançamentos e a 9,0% do total de lançamentos bem sucedidos realizados desde 4 de Outubro de 1957 (o mês de Janeiro é o mês com menos lançamentos orbitais – correspondendo a 6,1% dos lançamentos e a uma média de 5,3 lançamentos por mês de Janeiro desde 1957 – e o mês de Dezembro é o mês com mais lançamentos orbitais, correspondendo a 10,4% dos lançamentos e a uma média de 9,2 lançamentos por mês de Dezembro desde 1957).

O número de lançamentos orbitais bem sucedidos levados a cabo em 2018 (40) corresponde a 0,75% do total de lançamentos orbitais realizados desde 4 de Outubro de 1957.

O ano de 2018 perfila-se nesta altura para bater o recorde anual de lançamentos que está estabelecido em 129 ano ano de 1984. Para 2018 estão previstos nesta altura 175 lançamentos orbitais!

Para Maio de 2018 estão previstos 8 lançamentos orbitais, originando da China, Estados Unidos e SpaceX.

O primeiro lançamento orbital de Maio de 2018 teve lugar no dia 3 com um foguetão CZ-3B/G2 Chang Zheng-3B/G2 a colocar em órbita o satélite de comunicações APStar-6C a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang.

A 5 de Maio a United Launch Alliance levou a cabo o lançamento da sonda InSight para Marte a partir da Base Aérea de Vandenberg.

A China voltou a realizar um novo lançamento orbital a 8 de Maio, colocando em órbita o satélite de detecção remota GF-5 Gaofen-5 a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan.

A empresa Norte-americana, SpaceX, vai levar a cabo o lançamento do satélite de comunicações Bangabandhu-1. O lançamento está previsto para ter lugar às 2012UTC do dia 11 de Maio de 2018 e será levado a cabo pelo foguetão Falcon-9 (B1046) a partir do Complexo de Lançamento LC-39A do Centro Espacial Kennedy, Florida. Este será o primeiro lançamento da versão Block-V do foguetão Falcon-9.

O satélite Bangabandhu-1 é o primeiro satélite do Bangladesh e foi desenvolvido pela Thales Alenia Space, sendo baseado na plataforma Spacebus-4000B2. No lançamento a sua massa é de cerca de 3.700 kg e abordo transporta 14 transponders standard de banda-C e 26 transponders de banda-Ku. O satélite será operado pela Thales Alenia Space para a Bangladesh Telecommunication Regulatory Commission (BTRC).

A SpaceX vai realizar um novo lançamento orbital a 19 de Maio a partir da Base Aérea de Vandenberg. Lançado a partir do Complexo de Lançamento SLC-4E, o foguetão Falcon-9 (B1043.2) irá colocar em órbita cinco satélites Iridium-NEXT (110, 147, 152, 161 e 162) e os satélites GRACE-FO 1 e GRACE-FO 2. 

 

Os satélites Iridium-NEXT são baseados na plataforma ELiTeBUS-1000, são desenvolvidos pela Thales Alenia Space e integrados pela Orbital ATK. Cada satélite tem uma massa de 860 kg.

Os satélites GRACE-FO (Gravity Recovery And Climate Experiment – Follow On) são os sucessores da missão GRACE e têm como missão levar a cabo a medição extremamente precisa do capo gravitacional terrestre. Os satélites foram desenvolvidos pela Airbus Defence and Space e são baseados na plataforma Flexbus. Cada satélite tem uma massa de 580 kg.

A 20 de Maio a Orbital ATK irá levar a cabo uma nova missão logística para a estação espacial internacional. O lançamento do veículo de carga Cygnus OA-9 (CRS-9) está previsto para as 0904UTC e será levado a cabo por um foguetão Antares-230 a partir da Plataforma de Lançamento LP-0A do MARS Wallops Island. A bordo da missão CRS-9 serão também lançados vários pequenos satélites que serão posteriormente colocados em órbita. Este satélites são: CubeRRT, HaloSat, Radix, RainCube, SORTIE, TEMPEST-D, AeroCube-12A, AeroCube-12B, CaNOP, RadSat-g, EQUISat, MemSat e o Endurosat One.

O terceiro lançamento da SpaceX em Maio deverá ter lugar pelas 0429UTC do dia 24 com um foguetão Falcon-9 a colocar em órbita o satélite de comunicações SES-12 a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral AFS, Florida.

O SES-12 foi construído pela Airbus Defence and Space e é baseado na plataforma Eurostar-3000EOR. Transporta 68 transponders de banda-Ku e 8 transponders de banda-Ka, tendo uma massa de 5.300 kg. O seu tempo de vida útil em órbita é de 18 anos.

A 27 de Maio a China vai levar a cabo um lançamento que é extremamente importante para os seus futuros planos de exploração lunar. O foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C (Y27) será lançado desde o Centro de Lançamento de Satélites de Xichang transportando o satélite Queqiao que irá ser vir para retransmitir os dados que serão enviados pela sonda Chang’e-4 a partir do lado oculto da Lua em 2019.

O satélite é baseado no modelo CAST-100 e tem uma massa de 425 kg. O Queqiao será colocado numa órbita halo em torno do ponto Lagrange L2 do sistema Terra-Lua. Juntamente com o Queqiao serão lançados os pequenos satélites Longjiang-1 (DSLWP-A1) e Longjiang-2 (DSLWP-A2) que serão utilizados para levar a cabo observações astronómicas em órbita lunar.

Deixe um comentário