Lançamentos orbitais em Setembro




Após um período de relativa acalmia, as plataformas mundiais de lançamento de satélites preparam-se para uma segunda quinzena de Setembro particularmente activa, estando previstos entre 7 a 9 lançamentos.

A 17 de Setembro o Japão deverá lançar um novo satélite de observação militar, o IGS Optical-4. Este lançamento terá lugar desde o Complexo Yoshinubo do Centro Espacial de Tanegashima. Este satélite será um meio importante na vigilância das actividades militares da Coreia do Norte.

No dia 18 de Setembro estão previstos dois lançamentos. A Rússia prepara-se para lançar o primeiro satélite de comunicações militares da série 14F136 Garpun desde o Cosmódromo de Baikonur. O lançamento será levado a cabo por um foguetão 8K82KM Proton-M/Briz-M (53542/88529) e será o primeiro desde os problemas registados com o estágio superior Briz-M a quando do lançamento do satélite de comunicações Express-AM4 em Agosto passado, sendo também o primeiro lançamento da Rússia desde o desaire com o lançamento do veículo de carga Progress M-12M.

Neste dia está também previsto o lançamento do satélite chinês de comunicações militares ZX-1A ZhongXing-1A. Este satélite, baseado na plataforma DFH-4, será colocado em órbita por um foguetão CZ-3B Chang Zheng-3B desde o Centro de Lançamento de Satélites de Xi Chang. Este lançamento será o primeiro desde o falhanço no lançamento do satélite militar SJ-11 Shi JIan 11-04 e é importante pois o lançador CZ-3B partilha de alguns elementos do foguetão CZ-2C Chang Zheng-2C que originou a perda do SJ-11-04.

A Arianespace volta a colocar dois satélites de comunicações em órbita no dia 20 de Setembro com o lançamento do Arabsat-5C e do SES-4. O lançamento será levado a cabo por um foguetão Ariane-5ECA (VA204) a partir do CSG Kourou, Guiana Francesa.

Após dois anos de recuperação de uma falência, a empresa Sea Launch volta ao activo a 22 de Setembro com a colocação em órbita do satélite de comunicações Atlantic Bird-7. O lançamento será feito por um foguetão Zenit-3SL/DM-SL a partir da Plataforma Odyssey fundeada no Equador a 154º longitude Oeste no Oceano Pacífico.

O Centro Espacial de Kodiak, no Alasca, verá o lançamento do satélite militar TacSat-4 por um foguetão Minotaur-IV+ no dia 27 de Setembro e a 29 de Setembro o foguetão 8K82KM Proton-M/Briz-M (93522/99524) colocará em órbita o satélite de comunicações QuetzSat-1 para o México.

Setembro poderá ainda ver outros dois lançamentos que foram adiados devido ao acidente com o foguetão CZ-2C Chang Zheng-2C em Agosto passado. Um foguetão CZ-2D Chang Zheng-2D poderá colocar em órbita os satélites SW-4 Shiyan Weixing-4 e CX-3 Chuang Xin-3 desde o Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan. Será também de Jiuquan que no final do mês poderemos assistir ao lançamento do módulo orbital TG-1 TianGong-1 por um foguetão CZ-2F/G Chang Zheng-2F/T1. Este módulo será utilizado para a primeira acoplagem do programa espacial chinês em Dezembro com o lançamento da cápsula não tripulada Shenzhou-8 que dias mais tarde irá acoplar com o TianGing-1.

Deixe um comentário