Lançamentos orbitais em Setembro de 2013



YG-17 01

Terminado o mês de Agosto é agora tempo de olhar para o que nos reserva o mês de Setembro em matéria de lançamentos orbitais. Assim, neste mês poderemos esperar 11 lançamentos dos quais um será tripulado com o envio de três novos membros para estação espacial internacional.

O mês começou com um lançamento desde Jiuquan quando o foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C (Y13) colocou em órbita a missão YG-17 Yaogan Weixing-17 composta por três satélites que têm como missão captar os sinais emitidos por embarcações nos oceanos. Estas informações, juntamente com outras obtidos por outros satélites militares chineses, são importantes para a marinha de guerra daquele país.

A primeira quinzena de Setembro estará marcada apenas por dois lançamentos, não havendo a esta altura qualquer informação sobre a nova data de lançamento da missão inaugural do foguetão japonês Epsilon-1 que deverá colocar em órbita o satélite SPRINT-A desde o Centro Espacial de Uchinoura, Kagoshima. O segundo lançamento deverá ter lugar a 11 de Setembro com o foguetão Rokot-M/Briz-KM (4926391838/72519) a colocar em órbita três satélites de comunicações militares Gonets-M. O lançamento terá lugar às 2323:00UTC desde o Complexo de Lançamento LC133/3 do Cosmódromo GIK-1 Plesetsk, região de Arkhangelsk – Rússia.

O cenário mudará substancialmente na segunda quinzena na qual estão previstos pelo menos seis lançamentos. O primeiro deverá ter lugar a 16 de Setembro pelas 2141:02 quando o foguetão 8K82KM Proton-M voltar ao activo após o acidente registado a 2 de Julho de 2013. Equipado com um estágio superior Briz-M, o lançador russo deverá colocar em órbita o satélite de comunicações Astra-2E. O foguetão 8K82KM Proton-M/Briz-M (93539/99540) será lançado desde a Plataforma de Lançamento PU-39 do Complexo de Lançamento LC200 do Cosmódromo de Baikonur, Cazaquistão.

Um novo veículo de carga deverá ser lançado para a estação espacial internacional a 17 de Setembro com a missão Cygnus Orb-D1 (COTS Demo) a ser colocada em órbita pelo foguetão Antares-110 a partir da Plataforma de Lançamento LP-0A do MARS Wallops Island. O lançamento terá lugar às 1523:34UTC e esta é mais uma missão de demonstração da Orbital que juntamente com a SpaceX garante o abastecimento da ISS ao abrigo de um programa comercial.

A United Launch Alliance deverá colocar em órbita a 18 de Setembro o satélite de comunicações militares AEHF-3. O lançamento está previsto para as 0704:00UTC e será levado a cabo pelo foguetão Atlas-V/531 (AV-041) a partir do Complexo de Lançamento SLC-41 do Cabo Canaveral AFS, Florida. Estes satélites proporcionam comunicações seguras para as forças militares norte-americanas em todo o globo e cenários de combate.

A próxima missão espacial tripulada deverá ser lançada às 2058:50UTC do dia 25 de Setembro. O foguetão 11A511U-FG Soyuz-FG (046) irá colocar em órbita a cápsula espacial Soyuz TMA-10M tripulada por Oleg Valerievich Kotov (Rússia), Sergei Nikolayevich Ryazansky (Rússia) e por Michael Scott Hopkins. O lançamento será levado a cabo a partir da Plataforma de Lançamento PU-5 do Complexo de Lançamento LC1 ‘Gagarinskiy Start’ (17P32-5) do Cosmódromo de Baikonur. Os três homens irão fazer parte da Expedição 37/38.

Quatro novos satélites O3b serão colocados em órbita às 1831UTC do dia 30 de Setembro. O lançamento dos satélites O3b-5, O3b-6, O3b-7 e O3b-8 será levado a cabo pelo foguetão 372РН21Б Soyuz-STB/Fregat-MT (004/1040) na missão VS06 que será lançada desde a ZLS situada no CSG Kourou (Sinnamary). Os satélites O3b têm como objectivo proporcionar ligações de Internet na maior parte do globo terrestre.

O mês de Setembro poderá ainda assistir a mais três lançamentos orbitais cujas datas ainda não estão definidas. Para além do possível lançamento do foguetão japonês Epsilon-1, poderemos ainda ver o lançamento dos satélites FY-3C Fengyun-3C (meteorologia) e SW-2 Xiwang-2 (Tecnológico) por um foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C a partir da Plataforma de Lançamento LC9 do Centro de Lançamento de satélites de Taiyuan, e à primeira missão comercial da SpaceX com a colocação em órbita do satélite Cassiope. O lançamento terá lugar desde a Base Aérea de Vandenberg, Califórnia, e a bordo estarão mais três satélites POPACS, o satélite DANDE, SNAPS, e dois satélites CUSat.

Deixe um comentário