Lançamentos orbitais em Novembro de 2013



Fengyun-3c 01

O mês de Outubro registou um número baixo de lançamentos orbitais com somente três missões a serem realizadas, sendo duas por parte da China e uma por parte da Rússia. De facto, temos de recuar até Outubro de 1996 para encontrar um mês de Outubro com um valor inferior (2 lançamentos) ao registado em 2013 e para lá de 1996, só em 1961 se registou um valor também inferior.

O mês de Novembro promete ser totalmente o oposto do mês de Outubro, estando previstas a realização de 10 lançamentos orbitais (podendo este número ser aumentado para 12 lançamentos) com um total de 68 satélites a serem lançados para o espaço (ou 70).

Esta série de lançamento deverá ter início no dia 5 de Novembro com o foguetão PSLV-C25 (PSLV-XL) a lançar a sonda MangalYaan em direcção a Marte. O lançamento está previsto para ter lugar às 0906UTC e será levado a cabo desde a Plataforma de Lançamento FLP do Centro Espacial Satish Dawan SHAR. Esta é uma missão de demonstração tecnológica destinada a desenvolver as tecnologias necessárias para a projecção, planeamento, gestão e desenvolvimento de operações para uma missão planetária por parte da Índia. A janela de lançamento abriu-se a 28 de Outubro. A sonda deverá chegar à órbita de Marte a 21 de Setembro de 2014. A MangalYaan tem uma massa de 1.350 kg no lançamento.

Uma nova missão espacial tripulada tendo como destino a estação espacial internacional será lançada às 0414:15UTC do dia 7 de Novembro. A Soyuz TMA-11M será colocada em órbita pelo foguetão 11A511U-FG Soyuz-FG (Т15000-048) a partir da Plataforma de Lançamento PU-5 do Complexo de Lançamento LC1 ‘Gagarinskiy Start’ (17P32-5) do Cosmódromo de Baikonur, Cazaquistão. A bordo estarão o cosmonauta Mikhail Vladislavovich Tyurin (Comandante), o astronauta norte-americano Richard Alan Mastracchio (Engenheiro de Voo n.º 1) e o astronauta japonês Koichi Wakata (Engenheiro de Voo n.º 2). Estes três homens farão parte da Expedição 37 e da Expedição 38 da qual Koichi Wakata será o Comandante. A acoplagem com a ISS está prevista para o dia seguinte ao lançamento.

A 11 de Novembro está previsto o lançamento de um satélite de comunicações militar desde o Cosmódromo de Baikonur. Lançado pelo foguetão 8K82KM Proton-M/Briz-M (53541/88532) a partir da Plataforma de Lançamento PU-21 do Complexo de Lançamento LC81, o Globus-1M (13L) será utilizado para as comunicações pelas forças militares russas pelo pelo governo russo. O lançamento está previsto para as 2337:00UTC.

Uma outra missão com destino a Marte será lançada às 1847:00UTC do dia 18 de Novembro pelo foguetão Atlas-V/401 (AV-042). O lançamento terá lugar a partir do Complexo de Lançamento SLC-41 do Cabo Canaveral AFS. A MAVEN (Mars Atmosphere and Volatile Evolution) terá como objectivo geral estudar a atmosfera de Marte, além da sua ionosfera e da sua interacção com o vento solar. A chegada à órbita marciana está prevista para o dia 22 de Setembro de 2014. No lançamento a sonda terá uma massa de 2.550 kg.

O dia 19 de Novembro será o lançamento de 26 pequenos satélites desde o MARS Wallops Island. Um foguetão Minotaur-I será lançado às 2330:00UTC desde a Plataforma de Lançamento LP-0B e como carga principal transportará o satélite ORS-3. A bordo seguirão também os satélites STPSat-3, ORSES, ORS Tech-1, ORS Tech-2, Prometheus-1, Prometheus-2, Prometheus-3, Prometheus-4, SENSE-1, SENSE-2, STARE B (Horus), NPS-SCAT, CSIP, Rampart, CAPE-2, KYSat-2, Lunar Orbiter&Lander CubeSat, Swampsat, Black Night-1, SPA-1 Traiblazer, TetherSat, DragonSat-1, Copper-Cube e Phonesat-2.0. Todos estes satélites são do tipo CubSat.

O lançamento que será realizado no dia 21 de Novembro desde a Base de Dombarovskiy (Yasny) irá certamente reclamar o recorde para o maior número de satélites colocados em órbita num só lançamento. O foguetão 15A18 Dnepr-1 (5107681111) irá transportar 32 satélites quando for lançado às 0711:29UTC, tendo como carga principal o satélite DubaiSat-2. A bordo estarão também os satélites STSat-3, WNISAT-1, SkySat-1, UniSat-5, AprizeSat-7, AprizeSat-8, BRITE-PL (Lem), BPA-3, UWE-3, Delfi-n3Xt, Triton-1, CINEMA-2, CINEMA-3, Dove-4, FUNcube-1, I-Cube, GOMMX-1, [email protected], PUCP-SAT 1, Humsat-D, BeakerSat (Eagle-1), Wren, Pocket-PUCP, QBScout 1, Firs-Move, CubeBug-2, NEE-02 Kryasor, HiNCube, ZACUBE-1, VELOX-P 2 e $50SAT (Eagle-2). Tal como no lançamento que terá lugar desde o MARS Wallops Island, a maior parte destes satélites são do tipo CubeSat.

A missão Swarm (composta por três satélites) será lançada no dia 21 de Novembro desde o Cosmódromo GIK-1 Plesetsk (Complexo de Lançamento LC133/3). Ao analisar diferentes aspectos do campo magnético terrestre, a missão Swarm orá fornecer novas perspectivas sobre muitos processos naturais, desde aqueles que ocorrem nas profundezas do nosso planeta até ao tempo espacial causado pela actividade solar. A missão será lançada pelo foguetão Rokot/Briz-KM (4925882031/72524).

O satélite de comunicações SES-8 será lançado pelo primeiro foguetão Falcon-9 v1.1 em missão operacional e comercial. O lançamento terá lugar às 2236:00UTC do dia 22 de Novembro a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral AFS.

Um novo veículo de carga russo será lançado para a estação espacial internacional às 2053:04UTC do dia 25 de Novembro. O lançamento será levado a cabo pelo foguetão 11A511U Soyuz-U (133) a partir da Plataforma de Lançamento PU-6 do Complexo de Lançamento LC31 (17P32-6) do Cosmódromo de Baikonur. A bordo estará a usual carga de mantimentos, ar, oxigénio, água e experiências científicas.

O satélite de comunicações militares Meridian (17L) será lançado no dia 30 de Novembro desde o Complexo de Lançamento LC43/4 do Cosmódromo GIK-1 Plesetsk. O lançamento será levado a cabo pelo foguetão 14A14-1A Soyuz-2-1A/Fregat (174/1026).

O mês de Novembro poderá ainda assistir a outros dois lançamentos orbitais. Sem data definida neste mês encontra-se o lançamento do satélite de navegação GPS-IIF SV-5 que será colocado em órbita pelo foguetão Delta-IV-M+(5,4) (D364) a partir do Complexo de Lançamento SLC-37B do Cabo Canaveral AFS. Desde o Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan deverá ser lançado o satélite militar YG-19 Yaogan Weixing-19. O lançamento será levado a cabo por um foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C a partir do Complexo de Lançamento LC9.

Deixe um comentário