Lançamentos orbitais em Maio de 2016



Falcon9_Thaicom-8 1

Abril de 2016 terminou com um total de 5 lançamentos orbitais, todos bem sucedidos, tendo-se colocado em órbita pelo menos 13 satélites.

Até 30 de Abril de 2016, foram realizados 467 lançamentos orbitais bem sucedidos neste mês, o que corresponde a uma média de 8,1 lançamentos e a 9,0% do total de lançamentos bem sucedidos realizados desde 4 de Outubro de 1957 (o mês de Janeiro é o mês com menos lançamentos orbitais com 306 lançamento que corresponde a uma média de 5,3 lançamentos e a 5,9% dos lançamentos realizados) e o mês de Dezembro é o mês com mais lançamentos orbitais (530 lançamentos que corresponde a uma média de 9,1 lançamentos e a 10,2% do total de lançamentos realizados).

04-2016 1

04-2016 2

O número de lançamentos orbitais bem sucedidos levados a cabo este ano (27) corresponde a 0,52% do total de lançamentos orbitais realizados desde 4 de Outubro de 1957.

Para Maio de 2016 estão previstos 7 lançamentos orbitais, um dos quais já realizado.

O primeiro lançamento orbital de Maio de 2016 ocorreu às 05:21UTC do dia 6 quando o foguetão Falcon-9 (024) foi lançado desde o Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral AFS para colocar em órbita o satélite de comunicações japonês JCSat-14. O lançamento foi bem sucedido, tendo-se novamente procedido à recuperação com sucesso do primeiro estágio do foguetão lançador.

A 15 de Maio está prevista a realização de um novo lançamento orbital por parte da China. Porém, não se sabe nesta altura qual o satélite que será colocado em órbita, com algumas fontes a indicar que poderá ser o satélite civil de detecção remota GF-10 Gaofen-10 ou então o satélite militar de detecção remota YG-30 Yaogan Weixing-30. O lançamento está previsto para as 02:42UTC e será levado a cabo pelo foguetão CZ-2D Chang Zheng-2D (Y27) a partir da Plataforma de Lançamento 603 do Complexo de Lançamento LC43 do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan.

Dos novos satélites de navegação europeus Galileo deverão ser colocados em órbita a 24 de Maio. O lançamento será levado a cabo por um foguetão 372RN21B Soyuz-STB/Fregat-MT na missão VS15 da Arianespace que terá lugar às 08:48:43UTC a partir do Complexo de Lançamento ELS do CSG Kourou (Sinnamary). Os satélites a serem colocados em órbita são o Galileo-FOC FM10 (Danielè) e o Galileo-FOC FM11 (Alizée).

Uma nova missão comercial da Space Exploration Technologies (SpaceX) terá lugar a 26 de Maio com o foguetão Falcon-9 (025) a colocar em órbita o satélite de comunicações Thaicom-8 (imagem em cima). O lançamento terá lugar às 21:40:00UTC e será levado a cabo a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral AFS. O Thaicom-8 foi construído pela Orbital Sciences Corporation (OSC) e é baseado na plataforma GeoStar-2.3 Bus. Está equipa com 24 repetidores de banda-Ku e no lançamento tem uma massa de 3.100 kg.

Um novo satélite de navegação para a rede global russa GLONASS será lançado a 29 de Maio. O lançamento do Uragan-M n.º 43 (Glonass-M n.º 53) será levado a cabo pelo foguetão 14A14-1B Soyuz-2.1B/Fregat-M (G15000-027/112-04) a partir do Complexo de Lançamento LC43/4. Desenvolvido pela NPO Prikladnoi Mekhaniki (NPO PM), no lançamento o satélite tem uma massa de 1.415 kg.

A China deverá levar a cabo um novo lançamento orbital a 30 de Maio a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan. Um foguetão CZ-4B Chang Zheng-4B será lançado desde o Complexo de Lançamento LC9 transportando o satélite civil de detecção remota ZY-3 Ziyuan-3 (2). A bordo estarão os dois primeiros satélites argentinos para a constelação Aleph-1, sendo estes os satélites ÑuSat-1 e ÑuSat-2. Estes satélites são desenvolvidos e serão operados pela empresa Satellogic S.A. Serão utilizados para a observação da Terra. A constelação Aleph-1 terá 25 satélites.

Deixe um comentário