Lançamentos orbitais em Julho de 2017



O mês de Junho de 2017 termina com um total de 13 lançamentos orbitais, tendo sido colocados em órbita 62 satélites.

Até 30 de Junho 2017, foram realizados 488 lançamentos orbitais bem sucedidos neste mês, o que corresponde a uma média de 8,1 lançamentos e a 9,2% do total de lançamentos bem sucedidos realizados desde 4 de Outubro de 1957 (o mês de Janeiro é o mês com menos lançamentos orbitais com 312 lançamentos que corresponde a 5,9% do total e uma média de 5,2) e o mês de Dezembro é o mês com mais lançamentos orbitais (com 541 lançamentos que corresponde a uma média de 9,0 lançamentos e a 10,2% dos lançamentos realizados.

O número de lançamentos orbitais bem sucedidos levados a cabo em 2017 (40) corresponde a 0,76% do total de lançamentos orbitais realizados desde 4 de Outubro de 1957.

Para Julho de 2017 estão previstos 6 lançamentos orbitais.

No dia 2 de Julho a China vai levar a cabo o segundo lançamento com o foguetão CZ-5 Chang Zheng-5. A missão para colocar em órbita o satélite de comunicações experimental SJ-18 Shijian-18 deverá ter início pelas 1120UTC e será levada a cabo pelo foguetão Chang Zheng-5 (Y2) a partir partir do Complexo de Lançamento LC101 do Centro de Lançamentos Espaciais de Wenchang, Hainan. O satélite experimental de comunicações SJ-18 é o primeiro satélite baseado na nova plataforma DFH-5. Desenvolvida pela Academia Chinesa de Tecnologia Espacial, esta é a mais pesada plataforma alguma vez utilizada para satélites de comunicações, com uma massa de pelo menos 7.000 kg (outras fontes apontam para 8.000 kg e mesmo para 10.000 kg). A nova plataforma está equipada com um sistema de propulsão iónica tendo por base os motores LIPS-300.

Uma nova missão comercial da SpaceX terá lugar a 3 de Julho com o lançamento do satélite de comunicações Intelsat-35e. O lançamento será levado a cabo por um foguetão Falcon-9 a partir do Complexo de Lançamento LC-39A do Centro Espacial Kennedy. Construído pela Boeing Satellite Systems, o Intelsat-35e é baseado na plataforma BSS-702MP e tem uma massa de cerca de 6.000 kg. A bordo transporta repetidores de banda-C e de banda-Ku de alta potência. O satélite ficará estacionado a 340º longitude Oeste, substituindo o satélite Intelsat-903.

A 14 de Julho a Rússia irá colocar em órbita o satélite Kanopus-V-IK a partir do Cosmódromo de Baikonur. O lançamento está previsto para as 0636UTC e será levado a cabo pelo foguetão 14A14-1A Soyuz-2-1A/Fregat-M (Т15000-018/122-02) a partir da Plataforma de Lançamento PU-6 do Complexo de Lançamento LC31 (17P32-6). O Kanopus-V-IK foi construído pela NPO VNII Elektromekhaniki e é um satélite de detecção remota com uma massa de 473 kg. A sua missão operacional deverá ter uma duração de 5 anos. Juntamente com o Kanopus-V-IK serão colocados em órbita mais 67 pequenos satélites, sendo estes o Flying Laptop, WNISAT-1R, TechnoSat, NORSAT-1, NORSAT-2, CICERO-1, CICERO-2, CICERO-3, Corvus-BC 1, Corvus-BC 2, Perseus-O 1, Perseus-O 2, Perseus-O 3, Perseus-O 4, MKA-N 1, MKA-N 2, Flock-2k (1) a Flock-2k (48), NanoACE, Mayak, Iskra-MAI- 85 e o Ecuador UTE-YuZGU.

A China deverá colocar em órbita dois novos satélites de navegação a 15 de Julho. Os satélites Beidou-3M1 e Beidou-3M2 serão lançados por um foguetão CZ-3B Chang Zheng-3B/YZ-1 a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang.

Uma nova missão do foguetão 8K82KM Proton-M/Briz-M será lançada a 24 de Julho a partir da Plataforma de Lançamento PU-24 do Complexo de Lançamento LC81 do Cosmódromo de Baikonur. Nesta missão será colocado em órbita o satélite Blagovest n.º 11L. Este é o primeiro de uma série de quatro satélites de comunicações domésticas para a Rússia. O satélite é baseado na plataforma Ekspress-2000, tendo uma carga de comunicações construída pela Thales Alenia Space. O seu tempo de serviço útil na órbita geossíncrona será de 15 anos.

Três novos membros da tripulação permanente da estação espacial internacional serão lançados desde o Cosmódromo de Baikonur a 28 de Julho. A Soyuz MS-05 será lançada por um foguetão 11A511U-FG Soyuz-FG a partir da Plataforma de Lançamento PU-5 do Complexo de Lançamento LC1 (17P32-5) ‘Gagarinskyi Start’, pelas 1540UTC. A bordo da Soyuz MS-05 estarão Sergei Nikolayevich Ryazansky (Rússia), Randolph James Bresnik (EUA) e Paolo Angelo Nespoli (Itália).

Deixe um comentário