Lançamentos orbitais em Agosto de 2018

O mês de Julho de 2018 termina com um total de 8 lançamentos orbitais, tendo sido colocados em órbita 24 satélites.

Até 31 de Julho, foram realizados 440 lançamentos orbitais neste mês, o que corresponde a uma média de 73 lançamentos e a 8,3% do total de lançamentos bem sucedidos realizados desde 4 de Outubro de 1957 (o mês de Janeiro é o mês com menos lançamentos orbitais – correspondendo a 6,1% dos lançamentos e a uma média de 5,3 lançamentos por mês de Janeiro desde 1957 – e o mês de Dezembro é o mês com mais lançamentos orbitais, correspondendo a 10,4% dos lançamentos e a uma média de 9,2 lançamentos por mês de Dezembro desde 1957).


O número de lançamentos orbitais bem sucedidos levados a cabo em 2018 (63) corresponde a 1,18% do total de lançamentos orbitais realizados desde 4 de Outubro de 1957.

O ano de 2018 perfila-se nesta altura para bater o recorde anual de lançamentos que está estabelecido em 129 ano ano de 1984. Para 2018 estão previstos nesta altura 163 lançamentos orbitais!

Para Agosto de 2018 estão previstos 4 lançamentos orbitais, originando da SpaceX, ULA, e Arianespace. Este número poderá atingir os 6 lançamentos.

O primeiro lançamento orbital de Agosto de 2018 deverá ter lugar às 0519UTC do dia 8 com o foguetão Falcon-9-061 (B1046.2) a ser lançado desde o Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral AFS transportando o satélite de comunicações Merah Putih. Também designado Telkom-4, o Merah Putih foi construído pela Space Systems/Loral e é baseado na plataforma SSL-1300. Está equipado com 60 transponders de banda-C e a sua massa no lançamento é de 5.800 kg. O seu tempo de vida útil é de 15 anos. O satélite irá servir os mercados de comunicações na Indonésia e Índia, sendo operado pela empresa PT Telkom Indonesia (Persero) Tbk. Esta será a primeira reutilização de um estágio Block-V.

No dia 11 de Agosto o foguetão Delta IV-Heavy/Star-48BV (D380) será lançado desde o Complexo de Lançamento SLC-37B do Cabo Canaveral AFS transportando a sonda Parker Solar Probe (Solar Probe Plus). O lançamento está previsto para as 0748UTC. Esta é uma missão de sete anos com o objectivo de estudar o Sol. A massa da sonda é de cerca de 610 kg e será colocada numa órbita heliocêntrica. O lançamento é levado a cabo pela United Launch Alliance para a NASA.

A SpaceX irá levar a cabo um novo lançamento comercial a 18 de Agosto com o foguetão Falcon-9-062 (B1049) a colocar em órbita o satélite de comunicações Telstar 18 Vantage (APStar-5C). O lançamento está previsto para as 0335UTC. Também designado APStar-5C, o Telstar 18 Vantage foi construído pela Space Systems/Loral e é baseado na plataforma SSL-1300. Está equipado com transponders de banda-C  e de banda-Ku. O seu tempo de vida útil é de 15 anos. O satélite irá servir os mercados emergentes da China, Mongólia, Sudoeste Asiático e Oceano Pacífico, sendo operado pela Telesat.

Anteriormente designado ADM-Aeolus (Atmospheric Dynamics Mission), o satélite Aeolus será colocado em órbita por um foguetão Vega na missão VV12 da Arianespace. O lançamento está previsto para as 2120UTC do dia 21 de Agosto a partir do Complexo de Lançamento ZLV do CSG Kourou, Guiana Francesa. O satélite irá fornecer observações globais tridimensionais dos campos de ventos que irão melhorar os actuais perfis e assim melhorar a modelação e técnicas de análise, beneficiando a previsão operacional do tempo meteorológico e a investigação climática. O satélite foi construído pela Airbus Defence and Space e a sua missão terá uma duração de três anos. No lançamento a sua massa é de 1.400 kg.

O mês de Agosto poderá ainda assistir a dois outros lançamentos orbitais. A China deverá colocar em órbita um conjunto de satélite que perfaz o Zhuhai-1 Grupo-3. Estes são satélites de detecção remota que serão lançados por um foguetão CZ-11 Chang Zheng-11 a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan. Por outro lado, a empresa Virgin Orbit deverá levar a cabo o lançamento inaugural do sistema Boeing 747 “Cosmic Girl”/LauncherOne transportando um conjunto de pequenos satélites. O Boeing 747 deverá levantar voo desde o Spaceport America (Mojave) a partir da Pista 12/30 e em voo largará o foguetão LauncherOne.

 

%d blogueiros gostam disto: