IRIS para estudar o Sol



PegasusXLIRIS

A NASA levou a cabo o lançamento do telescópio IRIS (Interface Region Imaging Spectrograph) com o objectivo de estudar e observar o Sol nos comprimentos de onda ultravioletas. O lançamento teve lugar às 0227:46,000UTC do dia 28 de Junho de 2013 e foi levado a cabo por um foguetão Pegasus-XL largado desde um avião L-1101 Stargazer às 0207:41UTC. O avião levantou voo desde a Base Aérea de Vandenberg às 0127UTC.

Na sua missão de dois anos, o IRIS irá estudar a transferência de energia na cromosfera utilizando um espectrógrafo de ultravioletas acoplado com um telescópio de 20 cm. O satélite irá obter imagens e espectros com diferenças de poucos segundos, permitindo assim que seja possível seguir o material solar à medida que passa pela cromosfera.

O pequeno satélite foi construído pela Lockheed Martin e foi lançado como parte do programa Small Explorer (SMEX), sendo designado SMEX-12 ou Explorer-94.

Após se separar do último estágio do Pegasus-XL, o IRIS ficou colocado numa órbita com um perigeu a 622,96 km, apogeu a 669,98 km e inclinação orbital de 97,899º.

Este foi o 4943º lançamento orbital bem sucedido, sendo o 1435º lançamento orbital bem sucedido dos Estados Unidos e o 607º lançamento orbital bem sucedido a partir da Base Aérea de Vandenberg, sendo o 8º lançamento dos EUA e o 2º lançamento desde Vandenberg em 2013.

Para 2013 estão agora previstos 104 lançamentos orbitais. A seguinte tabela mostra os totais de lançamentos executados este ano em relação aos previstos para cada polígono (entre parêntesis estão os lançamentos fracassados se for o caso):

Baikonur – 12 / 29

Plesetsk – 3 / 14

Dombarovskiy – 0 / 2

Cabo Canaveral AFS – 5 / 14

Wallops Island MARS – 1 / 3

Vandenberg AFB – 2 / 6

Kauai – 0 / 1

Jiuquan – 2 / 4*

Xichang – 1 / 3

Taiyuan – 0 / 4*

Tanegashima – 1 / 3

Kagoshima – 1 / 1

Kourou – 4 / 10

Satish Dawan, SHAR – 1 / 5

Sohae – 0 / 1*

Semnan – 1 (1?)* / 4*

Naro – 1 / 1

Odyssey – 1 (1) / 1

* Valores incertos

Dos lançamentos bem sucedidos levados a cabo 45,5% foram realizados pela Rússia; 24,2% pelos Estados Unidos (incluindo ULA, SpaceX e Orbital SC); 12,1% pela Arianespace; 9,1% pela China; 3,0% pelo Japão; 3,0% pela Índia e 3,0% pela Coreia do Sul.

Os próximos cinco lançamentos orbitais previstos são:

02 Jul (0238:22) – 8K82KM Proton-M/DM-03 (53543/2L) – Baikonur, LC81 PU-24 – GLONASS-M ‘blok-51′ (3 satélites)

19 Jul (1251:00) – Atlas-V/551 (AV-040) – Cabo Canaveral AFS, SLC-41 – MUOS-2

20 Jul (????:??) – 8K82KM Proton-M/Briz-M (93539/99540) – Baikonur, LC200 PU-39 – Astra-2E

25 Jul (????:??) – Ariane-5ECA (VA214) – CSG Kourou, ELA3 – Alphasat I-XL/Inmarsat-XL; Insat-3D

27 Jul (2045:06) – 11A511U Soyuz-U (130) – Baikonur, LC31 PU-6 – Progress M-20M (ISS-52P)

Deixe um comentário