Irá a China realizar seis lançamentos orbitais em Setembro?



CZ6

Estes são tempos interessantes para quem acompanha o programa espacial da China. O véu de secretismo que envolve as actividades espaciais do gigante Asiático, deixam muitos dos analistas a adivinharem o que irá acontecer de seguida e à mercê dos rumores que vão circulando aqui e ali nos fóruns de debate especializados.

Com o aproximar da nova geração de lançadores orbitais que no futuro irão substituir os clássicos lançadores Chineses e com a informação inicial de que em 2015 a China levaria a cabo cerca de 20 lançamentos orbitais, vão surgindo rumores que apontam para a possibilidade da China realizar 5 ou 6 lançamentos orbitais em Setembro de 2015. Entre estes lançamentos poderão estar as missões inaugurais dos novos foguetões CZ-6 Chang Zheng-6 e CZ-11 Chang Zheng-11. Curiosamente, nos últimos meses referia-se que o lançamento inaugural do CZ-11 teria sido adiado para 2016, mas devido ao secretismo com que decorreram os preparativos para a primeira missão deste lançador, surge agora a possibilidade de esta ter lugar ainda este ano e este mês.

Como é usual, pouco se sabe em relação às cargas que serão lançadas, de onde serão lançadas e quais os vectores que serão utilizados. Mais uma vez, os rumores apontam, por exemplo, para o lançamento de um satélite de aviso antecipado de lançamento de mísseis intercontinentais a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang utilizando um foguetão CZ-3B Chang Zheng-3B. Por outro lado, este lançamento poderá colocar em órbita um satélites de comunicações militar do tipo ST Shentong ou FH-2 Fenghuo-2. Caso seja um satélite deste tipo a ser colocado em órbita, certamente irá receber a designação «civil» ZX Zhongxing. Ainda a partir de Xichang há muito que é aguardado o lançamento dos satélites de comunicações civis ZX-M Zhongxing-M e ZX-11 Zhongxing-11, cujos lançamentos foram já adiados de 2013 e 2014.

De Xichang poderemos ainda assistir ao lançamento do satélite de navegação Beidou-3-I2S utilizando um foguetão CZ-3C Chang Zhewng-3C/YZ-1.

O lançamento dos satélites militares não é anunciado com antecedência e muitas vezes estes são notados devido à publicações dos avisos de navegação aérea NOTAM. Recentes fotografias do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan parecem mostrar um foguetão CZ-2D Chang Zheng-2D na Plataforma de Lançamento 603 do Complexo de Lançamento LC43. Este lançamento poderá ter lugar em finais de Setembro e após as festividades de início de Outono. Rumores iniciais apontavam para a possibilidade de ser colocado em órbita o satélite YG-28 Yaogan Weixing-28, mas possivelmente poderemos assistir ao lançamento de outros satélites (como por exemplo o SW-6 Shiyan Weing-6 ‘QS-3 Qianshao-3’).

Neste período não seria de espantar que a China lançasse o satélite KZ-3 Kuhaizou-3 utilizando o foguetão KZ Kuaizhou a partir de Jiuquan. Curiosamente, o satélite KZ-1 reentrou na atmosfera terrestre a 1 de Setembro de 2015.

Ainda mais difícil de escrutinar são as actividades levadas a cabo a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan. Entre os dias 5 e 7 (ou 9) de Setembro deverá ter lugar o lançamento inaugural do foguetão CZ-6 transportando uma carga variada de vinte pequenos satélites e CubeSats. Para lá deste lançamento, pode-se esperar o lançamento do satélite de detecção remota ZY-3 Ziyuan-3 (2) utilizando um foguetão CZ-4B Chang Zheng-4B.

Tags:  

Deixe um comentário