Glaciar Imja nos Himalaias



 Imja_glacier_Himalayas_large

Esta imagem de satélite mostra uma área nos Himalaias, a nordeste do Nepal, a cerca d e8 km a sul do Monte Evereste (não está na imagem).

Os Himalaias são a maior cordilheira do mundo e a ‘casa’ da montanha mais alta, o Monte Evereste (cerca de 8850 metros), bem como de dezenas de outras montanhas com mais de 7000 metros de altitude. Estes picos estão permanentemente cobertos de neve.  

A cordilheira tem ainda milhares de glaciares, incluindo o Imja, na parte superior – central da imagem. Os estudos mostraram um aumento na taxa de recuo do glaciar Imja e de muitos outros na região – e no mundo.

Os glaciares são o maior reservatório de água fresca do planeta e a sua fusão ou crescimento é um dos melhores indicadores de alteração climática. Os radares de satélite podem ajudar a monitorizar as alterações na massa dos glaciares e, consequentemente, a sua contribuição para a subida no nível da água do mar.

A diminuição dos glaciares nos Himalaias tem um efeito directo nos rios adjacentes tais como o Indus e o Ganges e é muito importante para as regiões de menor altitude onde há uma grande densidade populacional.

No sopé do glaciar está o lago Imja, que surge na imagem no canto superior esquerdo. A água em fusão torna este no lago de maior crescimento dos Himalaias e numa ameaça às comunidades.

Esta imagem, que também surge no Earth from Space video programme, foi captada pelo satélite Kompsat-2 a 14 Janeiro 2013.

Notícia e imagem: ESA

Deixe um comentário