Fuga de amoníaco na ISS



iss035e013379redux

Foi detectada uma fuga de amoníaco na estação espacial internacional que irá levar à realização de uma actividade extraveícular (passeio espacial) de emergência para tentar perceber qual a sua origem. A tripulação a bordo da ISS não se encontra em perigo.

A fuga foi detectada na manhã do dia 9 de Maio pelo Comandante da Expedição 35, Christopher Hadfield que observou pequenos flocos brancos a flutuarem no exterior da ISS a partir de uma zona próxima da estrutura P6. A tripulação utilizou então câmaras fotográficas e imagens de vídeo para obterem imagens para ajudar a localizar com mais precisão o local da fuga.

Entretanto, os astronautas Christopher Cassidy e Thomas Marshburn foram instruídos para se prepararem para a realização de uma passeio espacial de emergência no dia 11 de Maio para auxiliarem os especialistas a isolarem o problema.

Aparentemente a fuga de amoníaco encontra-se no sistema utilizado para arrefecer os sistemas aviónicos em um dos canais de fornecimento de electricidade fornecida pelos painéis solares da ISS. O complexo orbital principalmente fornecido de energia pelos grandes painéis solares norte-americanos que se encontram montados em quatro secções em cada lado da estação espacial.

O Controlo de Missão em Houston procedeu entretanto no dia 10 de Maio à reconfiguração do sistema de fornecimento de energia para transferir a carga eléctrica proveniente do canal em questão para outros canais antes da perda da capacidade de arrefecimento.

Imagem: NASA

Deixe um comentário