Faleceu o cosmonauta Boris Morukov



Morukov, Boris (4a)No dia 1 de Janeiro de 2015 faleceu o cosmonauta Russo Boris Morukov. Tinha 64 anos de idade.

Boris Vladimirivich Morukov foi um dos três médicos seleccionados para a equipa de cosmonautas no Instituto de Problemas Médicos e Biológicos de Moscovo em Janeiro de 1989. Entre Outubro de 1990 e Março de 1993 frequentou sessões de treino para uma missão à estação espacial Mir, qualificando-se como cosmonauta-investigador.

Foi o segundo suplente do cosmonauta Valery Polyakhov na sua missão de 438 dias a bordo da Mir entre Janeiro de 1994 e Março de 1995. Em Julho de 1987 foi um dos três candidatos Russos para voar na missão STS-80 na qual acabou por participar Salizhan Sharipov.

Boris Morukov nasceu a 1 de Outubro de 1950, em Moscovo, tendo frequentado o 2º Instituto Médico Pigorov de Mocosvo, formando-se em 1973. Posteriormente ingressou no Instituto de Problemas Médicos e Biológicos como investigador e passou com sucesso os exames de admissão para a equipa de cosmonautas desse instituto em 1976, não sendo no entanto um dos médicos seleccionados em Dezembro de 1978, tendo permanecido na reserva até 1989.

Na sua primeira e única missão espacial visitou estação espacial internacional a bordo do vaivém espacial OV-104 Atlantis na missão STS-106 entre 8 e 20 de Setembro de 2000. Entre 2007 e 2011 liderou a experiência Mars-500 que simulou uma viagem de ida e volta a Marte. A 13 de Novembro de 2007 deixou a equipa de cosmonautas. Desde Dezembro de 2008 era Director-executivo do Instituto de Problemas Médicos e Biológicos da Academia de Ciências da Rússia.

Morukov era responsável pela liderança de investigações médicas, biológicas, microbiológicas e radiobiológicas a bordo das missões espaciais tripuladas, incluindo a coordenação do trabalho científico com os parceiros internacionais.

Não foi revelada a causa do falecimento.

Boris Morukov foi o 93º cosmonauta Russo e o 394º ser humano a realizar uma viagem espacial orbital (juntamente com os astronautas Daniel Christopher Burbank e Richard Alan Mastracchio).

Deixe um comentário