Erro humano na origem do desastre com o foguetão Proton-M



Desastre

Um erro humano estará na origem do desastre do dia 2 de Julho de 2013 no Cosmódromo de Baikonur, Cazaquistão. Nesse dia um foguetão 8K82KM Proton-M/DM-03 foi lançado para colocar em órbita três novos satélites para o sistema GLONASS. Porém, o foguetão iria despenhar-se poucos segundos depois do lançamento, originando a perda dos três satélites e fazendo com que todos os lançamentos deste foguetão fossem temporariamente suspensos.

Após analisarem os destroços do foguetão lançador, os especialistas descobriram que três sensores angulares haviam sido colocados de forma incorrecta. As análises efectuadas indicam que a colocação destes sensores de forma incorrecta terá sido executada com a utilização de uma força pouco habitual, pois estes sistemas só têm uma posição de inserção nas devidas posições.

Os métodos de controlo actualmente utilizados durante os preparativos no solo, bem como os testes que são levados a cabo durante a preparação para o lançamento não permitem a identificação de uma instalação incorrecta destes sensores. O erro terá sido cometido na fase de produção e só se tornou evidente durante o lançamento.

A Comissão que está a investigar o acidente revelou também que o interruptor de lançamento foi activado 0,4 segundos mais cedo do que previsto.

Esta situação levanta sérios problemas de controlo de qualidade durante a fase de produção dos lançadores e terá de ser resolvido antes de se proceder aos preparativos para um novo lançamento.

Está fora de questão uma possível sabotagem do lançador.

Deixe um comentário