Equipa portuguesa selecionada para competição de ciência espacial



Print

O Natal chegou mais cedo este ano para nove equipas de estudantes cujas experiências foram seleccionadas para voar num balão estratosférico ou num foguete de investigação em 2016 ou 2017, fazendo parte do programa sueco-alemão REXUS/BEXUS.

As equipas seleccionadas apoiadas pela SNSB/ESA irão juntar-se a sete outras equipas apoiadas pela DLR para voar num foguete ou num balão a serem lançados do Centro Espacial Esrange, no norte da Suécia, em Outubro de 2016 (no caso dos balões) ou Março 2017 (foguetões). As equipas apoiadas pela SNSB/ESA representam sete estados membros da ESA, e foram seleccionas num workshop que decorreu nas instalações da, ESA, no ESTEC , de 1 a 3 de Dezembro deste ano, que juntou quase 70 estudantes de 14 equipas que tentavam participar no programa.

O elevado nível das propostas dos participantes e o número limitado de slots disponíveis nos veículos de lançamento dificultou o processo de selecção. Além de poderem apresentar a sua proposta de experiência a um painel de peritos da ESA, SNSB, ZARM e DLR, os participantes também assistiram a paletras técnicas e sessões de treino, e visitaram o Erasmus User Centre para a Estação Espacial Internacional.

O workshop de selecção REXUS/BEXUS foi intenso e produtivo para nós. Tivemos a oportunidade de discutir o nosso projecto com peritos muito experientes e com as outras equipas, que nos deram sugestões muito valiosas. Também ficamos a conhecer o ambiente excitante do espaço e da investigação na ESA. Tornou-se mais clara a nossa perspectiva de ter uma carreira em tecnologia espacial,” disse um dos membros da equipa SIGNON.

As equipas apoiadas pela SNSB/ESA para o BEXUS 22/23 são:

  • ACORDE (Altitude COsmic Ray Detector), Universidade do País Basco, Espanha;
  • BuLMA (Balloon micro Lifeform and Meteorite Assembler), Universidade de Tecnologia de Varsóvia, Polónia
  • STRATONAV (STRATOspherical NAVigation experiment), La Sapienza, Universidade de Roma & Alma Mater Studiorum, Universidade de Bolonha, Itália;
  • PREDATOR (PREssure Difference dependency on Altitude verificaTOR), Universidade Técnica Checa, República Checa;
  • OSCAR (Optical Sensors based on CARbon nanomaterials), Universidade Hasselt, Bélgica;
  • SIGNON (SIGNals of Oppurtunity for Navigation), Universidade do Porto, Portugal.

As equipas apoiadas pela SNSB/ESA seleccionadas para o REXUS 21/22 são:

  • SALACIA (SAline Liquids And Conductivity In the Atmosphere), Universidade de Tecnologia de Luleå, Suécia;
  • DREAM (Drilling Experiment for Asteroid Mining), Universidade de Tecnologia de Wroclaw, Polónia;
  • U-PHOS (Upgraded – Pulsating Heat-pipe Only for Space), Universidade de Pisa, Itália.

O workshop de selecção no ESTEC foi uma grande experiência para nós. Todas as equipas apresentaram projetos interessantes e ambiciosos e foi um prazer ter ficado a conhecê-los. Conhecer os peritos responsáveis pela selecção representou uma oportunidade incrível de ficar a conhecer os desafios técnicos e organizacionais,” disse um dos membros da equipa SALACIA.

Os nomes da equipas DLR seleccionadas estarão disponíveis em breve.

O próximo passo para as equipas selecionadas é começar a afinar o desenho do projeto antes de irem para o Esrange Space Center durante uma semana inteira de treino e Preliminary Design Reviews. Isto é o início de uma longa viagem com o programa REXUS/BEXUS, que apoia as equipas através de todo o ciclo de vida de um projecto, que inclui uma série de comentários, integração e testes, lançamento e operação, e análise/comunicação de resultados.

Notícia e imagem: ESA

Tags:  

Deixe um comentário