Dragon SpX-10 aborta aproximação à ISS



A cápsula espacial Dragon SpX-10 na missão logística CRS-10 para a estação espacial internacional, abortou a sua aproximação devido a um problema informático.

Após a sua inserção orbital, a cápsula espacial da SpaceX levou a cabo uma série de manobras para ajustar a sua trajectória de aproximação à ISS durante o seu voo de três dias. Estas manobras tiveram como objectivo alinhar o veículo com a ISS a uma distância de 6 km para assim iniciar as manobras de aproximação finais.

Com a aprovação da agência espacial Norte-americana, os controladores da SpaceX iniciaram a sequência de aproximação final com a denominada queima HA4 Approach Initiation realizada ás 0816:00UTC do dia 22 de Fevereiro. Nesta altura, a tripulação da ISS começou a monitorizar de forma activa o veículo. Curiosamente, esta manobra aconteceu 15 minutos antes do previsto.

Isto pode ter sido um potencial sinal de um problema, pois a cápsula de seguida optou por abortar a sua aproximação devido a um ‘valor errado’ registado no denominado ISS State Vector, sendo notado um valor errado de GPS no seu computador de voo. Nesta altura a Dragon estava a 1,2 km da ISS.

A possibilidade da cápsula Dragon manter o alinhamento com a ISS é fornecida pelo sistema Relative Navigation System, que foi desenvolvido pela SpaceX e utilizado pela primeira vez na missão logística CRS-3 a 20 de Abril de 2014.

Um nova tentativa de aproximação e captura será levada a cabo a 23 de Fevereiro.

Deixe um comentário