Dragon CRS-13 regressa à Terra

A cápsula logística da SpaceX, Dragon CRS-13, regressou à Terra a 13 de Janeiro de 2018.

A cápsula foi separada da ISS pelo sistema de manipulação remota Canadarm2 às 2249UTC do dia 12 de Janeiro, tendo libertado o veículo às 0958UTC do dia 13. Pela primeira vez esta fase foi levada a cabo de forma remota a partir do Centro de Controlo de Missão de Houston.

Após se separar do Canadarm2, a cápsula Dragon levou a cabo três manobras de separação entre as 1002UTC e as 1012UTC. Pelas 1443UTC, executou a sua retro-travagem, iniciando assim o seu regresso à Terra. Pelas 1501UTC a secção não pressurizada era separada.

A reentrada propriamente dita terá acontecido pelas 1514UTC (segundo Jonathan McDowell) e a amaragem ocorreu pelas 1537UTC, finalizando assim a segunda viagem da cápsula Dragon-C108.

O lançamento da Dragon teve lugar ás 1536UTC do dia 15 de Dezembro de 2017 a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral AFS, Florida. O foguetão utilizado nesta missão tinha a designação Falcon-9 (B1035.2).

Entretanto, em órbita continua a Expedição 54 composta pelos cosmonauta Alexander Misurkin (Comandante, Rússia) e pelos Engenheiros de Voo Mark Vande Hei (EUA), Joseph Acaba (EUA), Anton Shkaplerov (Rússia), Scott Tingle (EUA) e Norishige Kanai (Japão).

1 comentário sobre “Dragon CRS-13 regressa à Terra

  1. EXISTE TANTOS ACONTECIMENTOS POSITIVOS.MARAVILHOSOS.PRINCIPALMENTE NESSE ESPAÇO SIDERAL OU INFINITO UNIVERSO, QUE NOS AJUDA ESQUECER TANTA BABOSEIRA AQUI NO NOSSO LINDO E MALTRATADO PLANETA,GOVERNADO POR HOMENS MALDOSOS E O NOSSO BRASIL NÃO FOGE DESSA LISTA.PARABENS http://WWW.ZENITE-NU.

Os comentários estão fechados.