Dnepr lança vários satélites




Um foguetão 14A18 Dnepr-1 da empresa ISC Kosmotras levou a cabo o lançamento de vários satélites a partir do Complexo de Lançamento LC13 da Base de Dombarovsky, Yasniy. O lançamento teve lugar às 0712UTC do dia 17 de Agosto de 2011.

A carga principal desta missão foi o satélite ucraniano Sich-2, mas a bordo seguiam outros sete satélites: o NX (NigeriaSat-X), o NigeriaSat-2, o RASAT, o EDUSAT, o AprizeSat-5, o AprizeSat-6 e o BPA-2 (Blok Perspektivnoy Avioniki-2).

O satélite Sich-2 foi construído pela Yuzhnoye e é baseado na plataforma MS-2-8. Com uma massa de 169 kg, o satélite deverá ter um tempo de vida útil de cinco anos. Transporta sistemas de observação óptica e de infravermelhos que serão utilizados para obter imagens para o planeamento e desenvolvimento da agricultura, mapeamento e monitorização de desastres naturais.

O NX e o NigeriaSat-2 foram construídos pela Surrey Satellite Technology (SSTL), sendo o NX baseado na plataforma SSTL-100 (tendo uma massa de 100 kg) e o NigeriaSat-2 baseado na plataforma SSTL-300 (tendo uma massa de 300 kg). Ambos os satélites destinam-se à observação da Terra, com o satélite NX a ser construído para treinar os engenheiros nigerianos nas técnicas construção de satélites. O NIgeria-Sat-2 transporta uma carga de observação de alta-resolução que utiliza um sistematriespectral com uma resolução de 22 metros.

O satélite de detecção remota turco RASAT é o primeiro satélite de construção turca a ser colocado em órbita. O satélite, destinado a substituir o satélite BILSAT-1, transporta uma carga com um sistema de observação multiespectral com uma resolução de 15 metros e um sistema pancromático com uma resolução de 7,5 metros.

O satélite EDUSAT é um nano-satélite de demonstração que irá testar células solares, um repetidor e técnicas para saída de órbita. A bordo segue também um medidor do fluxo da radiação solar, um magnetómetro e um sistema de medição da incedência dos raios e partículas cósmicas.

Os satélites AprizeSat-5 e AprizeSat-6 serão operados pela empresa de comunicações argentina Aprize. Com uma massa de 12 kg, os satélite transportam um sistema de gravação e retransmissão de comunicações e transporta também repetidores do sistema AIS (Automatic Identification System) para rastrear navios no mar.

Por fim, a última carga a bordo é a Blok Perspektivnoy Avioniki-2 que permaneceu no último estágio do foguetão lançador. A sua breve missão será a de estudar a utilização de equipamento de navegação no espaço.

Deixe um comentário