Despertar da New Horizons antecipa chegada a Plutão



new_horizons_Plutão

Passaram cerca de 9 anos desde que a New Horizons foi lançada em direcção a Plutão no dia 19 de Janeiro de 2006, tendo passado cerca de 1.873 dias em estado de hibernação. Agora, foi a hora do despertar antecipando uma das mais aguardadas missões de exploração do Sistema Solar. A missão da New Horizons é a exploração no seu máximo.

O encontro com Plutão em 2015 começa assim a ser preparado no último mês de 2014. Os controladores no laboratório de Física Aplicada da Universidade de Johns Hopkins, confirmaram que a sonda, operando a partir de comandos pré-programados, havia alterado o modo de hibernação para o modo activo. A confirmação desta alteração demorou 4 horas e 26 minutos para percorrer à velocidade da luz a distância entre a New Horizons e a Terra, isto é, cerca de 4.788.000.000 km. Os sinais da New Horizons foram recebidos na estação da Deep Space Network da NASA em Camberra, Austrália.

A New Horizons teve 18 períodos de hibernação entre 2007 e 2014, variando entre 36 e 202 dias. Estes períodos abrangeram fases do voo no qual a actividade da sonda era desnecessária.

New Horizons_ lançamento

A sequência de reactivação teve início às 2000UTC do dia 6 de Dezembro e cerca de 90 minutos mais tarde a sonda começou a transmitir informação para a Terra, enviando dados sobre o seu estado.

As próximas semanas serão agora passadas a verificar os sistemas da sonda, garantindo assim que os seus sistemas e instrumentos científicos estão a operar normalmente. Os controladores irão também desenvolver e testar sequências de comando computorizadas que irão orientar a New Horizons ao longo do seu voo até aos confins do Sistema Solar.

A New Horizons transporta sete instrumentos que incluem sistemas avançados de observação em infravermelhos e espectrómetros de ultravioleta, uma câmara multi-espectral, uma câmara telescópica de alta-resolução, dois espectrómetros de partículas e um detector de poeira espacial.

As observações do sistema de Plutão deverão ter início a 15 de Janeiro de 2015.

Imagem: NASA

Deixe um comentário