Construção do pórtico móvel do Ariane 6 no Porto Espacial da Europa



Foi montado o primeiro elemento estrutural do pórtico móvel que acomodará e protegerá o Ariane 6 antes do lançamento.

O pórtico móvel é uma estrutura de 90 m de altura e nove andares, que pesa 8200 toneladas. Montado em trilhos, é retraído antes do lançamento.

Estrutura do pórtico móvel

As plataformas de trabalho permitirão aos engenheiros aceder aos níveis do veículo para posicionar verticalmente o núcleo central do Ariane 6, directamente na plataforma de lançamento, adicionar dois ou quatro impulsionadores, dependendo da configuração de lançamento, e integrar a carenagem que abriga a carga útil.

Um pórtico móvel oferece aos engenheiros um melhor acesso ao lançador, permitindo-lhes fazer ajustes sem mover o foguetão de volta ao edifício de montagem – ao contrário do Ariane 5, que é movido de uma mesa para a plataforma no dia do lançamento.

A montagem do pórtico começou no dia 15 de Novembro e demorará 10 meses. O piso térreo será concluído até ao final deste ano.

Edifício da montagem do lançador

Outros desenvolvimentos no Porto Espacial incluem a construção do Edifício de Montagem do Lançador. A estrutura é de 20 m de altura, 112 m de comprimento e 41 m de largura, a cerca de 1 km da zona de lançamento.

Aqui, o núcleo central do Ariane 6 é montado horizontalmente e preparado para implementação para a zona de lançamento. A construção começou em agosto e o revestimento foi adicionado às paredes e ao telhado.

Mesa de lançamento

A mesa de lançamento que apoiará o Ariane 6 na plataforma foi entregue, no dia 24 de Novembro de 2017, à agência espacial francesa CNES, para inspecção e verificações que garantam que está em conformidade com as especificações.

Será enviado da Europa para a Guiana Francesa no novo ano para iniciar a instalação, que deverá estar concluída em agosto próximo.

Construção da plataforma de lançamento

A zona de lançamento foi escavada e os quadros estruturais foram instalados.

Notícia: ESA

Imagens: ESA/CNES

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

Deixe um comentário