Conservação da relevância da ascensão vulcânica em Marte



Uma antiga cordilheira em Marte preserva um passado vulcânico e tectónico complexo, impresso com sinais de interacções de água e gelo.

Cordilheira de Thaumasia em contexto

As imagens, obtidas no dia 9 de abril, pela câmara estéreo de alta resolução no Mars Express da ESA, mostram as montanhas de Thaumasia e Coracis Fossae, que se afastam do enorme planalto vulcânico Solis Planum do sul.

A região fica a sul do vasto sistema do desfiladeiro de Valles Marineris e dos vulcões de Tharsis, e está fortemente ligada à pressão tectónica que se desenrolou durante a sua formação, há mais de 3,5 mil milhões de anos.

À medida que a protuberância de Tharsis dilatava com o magma, durante o primeiro bilhão de anos do planeta, a crosta circundante encontrava-se esticada, rasgando e acabando por cair em valas. Enquanto Valles Marineris é um dos resultados mais extremos, os efeitos ainda são observados até milhares de quilómetros de distância, como na região de Coracis Fossae, observada nesta imagem, onde as falhas norte-sul quase paralelas são visíveis, principalmente, para a esquerda.

Topografia de montanha em Thaumasia

Estruturas tectónicas como estas podem controlar o movimento do magma, do calor e da água na sub-superfície, levando à actividade hidrotermal e à produção de minerais.

Vista em perspectiva de uma cratera na cordilheira de Thaumasia

Os depósitos de tons claros, que podem ser minerais de argila formados na presença de água, destacam-se na parte direita da imagem colorida e na borda da grande cratera. Depósitos similares foram identificados na cratera Lampland próxima.

Há também evidências para a formação do vale pela erosão das águas subterrâneas e o escoamento superficial ocorrendo ao mesmo tempo que a actividade tectónica moldava a paisagem. A erosão à base de água significa que as valas foram parcialmente enterradas e fortemente modificadas.

A região foi posteriormente modificada por processos glaciais, vistos nos padrões lineares de tipo fluído nos pisos planos das grandes crateras.

Como representante das antigas terras altas de Marte, esta região possui uma riqueza de informações sobre a história geológica do Planeta Vermelho.

Montanhas de Thaumasia em 3D
 
Notícia e imagens: ESA
 
Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90
Tags:  ,

Deixe um comentário