Começa hoje a Semana da Ciência e da Tecnologia 2018

A ciência e a tecnologia vão dominar a agenda dos próximos sete dias. É a Semana da Ciência e da Tecnologia 2018, com visitas guiadas a laboratórios, palestras com investigadores, cafés de ciência e actividades experimentais para todas as idades, num total de mais de 300 acções gratuitas em todo o país.

Hoje, dia 19, no Instituto de Engenharia Mecânica, no Instituto Superior Técnico, o público poderá assistir a demonstrações de robótica e imprimir objectos em 3D. Já no pólo de Viseu da Universidade Católica Portuguesa um workshop no laboratório SalivaTec dá a conhecer como se faz o diagnóstico e monitorização de doenças através de moléculas presentes na saliva.


Na Terça, dia 20, às 18.00, o Pavilhão do Conhecimento abre ao público uma área totalmente renovada com 800 m² e 31 módulos interactivos onde a descoberta do parque se alia à emoção do circo. Chama-se TCHARAN! Circo de Experiências e nele o visitante também faz parte do espectáculo.

Na Quarta, dia 21, às 18.00, o Mercado dos Lavradores, no Funchal, acolhe, lado a lado com as bancas dos comerciantes, demonstrações e actividades experimentais para os “fregueses”. A 4.ª edição da Ciência no Mercado é uma organização da Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação.

Na Quinta, dia 22, o público de Coimbra é convidado a passar o serão à conversa com três investigadores no bar “Aqui Base Tango”, em mais uma edição do PubhD, organizado pelo Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra. Aos estudantes de doutoramento (PhD) foi lançado o desafio de explicar o seu trabalho de investigação num ambiente informal.

Na Sexta, dia 23, o Centro de Química Estrutural do Instituto Superior Técnico antecipa o ano internacional da Tabela Periódica dos Elementos Químicos 2019 e promove a consulta a um vasto banco digital que inclui registos de experiências com elementos químicos.

No Sábado, 24, Dia Nacional da Cultura Científica, às 15.00, o Anfiteatro do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra estende a passadeira vermelha para a Cerimónia de Entrega dos Prémios Ciência Viva Montepio 2018, atribuídos anualmente como reconhecimento por intervenção de mérito excepcional na divulgação científica e tecnológica. A astrónoma Teresa Lago, o professor Filipe Ressurreição e o realizador de rádio Edgar Canelas são os vencedores deste ano.

No mesmo dia, o Planetário – Centro Ciência Viva do Porto assinala 20 anos de existência com uma programação especial. Destacamos a participação de Tiago Loureiro, investigador da Agência Espacial Europeia que é actualmente o “Spacecraft Operations Manager” do “ExoMars 2020 Rover and Surface Platform“, que será lançado para Marte em 2020, e de Rui Moura, investigador da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e primeiro português detentor de um curso de astronauta suborbital.

No Domingo, dia 25, decorre no Centro Ciência Viva de Estremoz o Congresso de Jovens Investigadores em Geociências, uma montra de apresentação de projectos realizados na área das Ciências da Terra. No mesmo dia, uma visita guiada ao Laboratorio Chimico da Escola Politécnica, em Lisboa, dará a conhecer como eram as aulas de Química e os equipamentos científicos no século XIX.

Mais informações em www.cienciaviva.pt

Notícia: Ciência Viva

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

 

Comente este post

%d blogueiros gostam disto: