Com os olhos no tubo do telescópio de Cheops



Na imagem vê-se um membro da equipa de CHEOPS reflectido no espelho principal do satélite e emoldurado pela superfície interna preta do tubo do telescópio. A parte de trás do espelho secundário é vista no centro da imagem, mantida no lugar por três suportes.

Cheops é a missão ‘CHaracterising ExoPlanet Satellite’ (Satélite de Caracterização de ExoPlanetas) que irá monitorizar planetas do tamanho Terra-Neptuno em órbita a estrelas, noutros sistemas estelares.

A luz das estrelas anfitriãs entrará no telescópio e será refletida pelo espelho primário em direção ao secundário que, por sua vez, direcionará a luz das estrelas através de um buraco no centro do espelho primário para o detetor CCD.

É o mesmo desenho usado para o maior telescópio espacial Hubble da NASA/ESA e o observatório Herschel da ESA.

Ao acompanhar com precisão o brilho de uma estrela, CHEOPS detectará o trânsito de um planeta à medida que este passa brevemente pelo rosto da estrela. Isso permite que o raio do planeta seja medido com precisão. Para aqueles planetas de massa conhecida, a densidade será revelada, fornecendo uma indicação da estrutura e, finalmente, como os planetas deste tamanho se formaram e evoluíram.

O telescópio de CHEOPS alcançou um marco importante, na semana passada, quando foi entregue à Universidade de Berna por Leonardo-Finmeccanica, em nome da agência espacial italiana, ASI, e do Instituto Nacional Italiano de Astrofísica, INAF.

Leia mais sobre o telescópio e os últimos testes: CHEOPS telescope arrives at new home.

CHEOPS é uma missão da ESA em parceria com a Suíça e com importantes contribuições de 10 outros Estados membros.

Notícia e imagem: ESA

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO9

Tags:  ,

Deixe um comentário