Columbus à escala



O foco desta imagem é o módulo europeu Columbus suspenso, a ser movido para um posto de trabalho numa sala limpa, no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, EUA.

Naturalmente, um módulo cilíndrico de mais de 10 t (sem carga útil) para a armazenagem de equipamentos de laboratório, unidades de armazenamento e três astronautas de trabalho é grande, mas o contraste entre Columbus e as pessoas na imagem é surpreendente. Mais ainda quando nos lembramos que Columbus é um dos 16 módulos, de tamanho similar, que orbitam a 400 km sobre as nossas cabeças.

Inúmeras equipas, por toda a Europa, estiveram envolvidas no planeamento, construção e montagem das peças que compõem este laboratório orbital. Várias equipas de pessoas estiveram envolvidas no transporte do Columbus pelo Atlântico, onde foi ainda recebido por mais parceiros no maior empreendimento humano.

Esta imagem de Columbus foi obtida no verão de 2006, logo após o módulo chegar ao local de lançamento. As equipas da NASA submeteram Columbus aos últimos testes para garantir que este fosse hermético e estivesse pronto para o voo.

Seria mais um ano e meio antes de Columbus chegar à Estação Espacial Internacional, em 2008. Dez anos notáveis depois, há muito para comemorar sobre esta contribuição europeia, há muito planeada e arduamente conquistada, para a comunidade espacial internacional.

Para marcar a ocasião, a ESA está a organizar uma reunião da maior família de responsáveis pelo planeamento, construtores, cientistas, equipas de apoio e astronautas do Columbus, no nosso coração técnico, nos Países Baixos, no dia 7 de Fevereiro. O evento será transmitido ao público, com mais detalhes em breve.

Junte-se a nós nas comemorações através do Twitter, seguindo a hashtag #Columbus10Years e fique atento a mais detalhes emocionantes.

Notícia e imagem: ESA

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

Tags:  , ,

Deixe um comentário