Christopher Fergusson – Comandante da missão STS-135



Astronauta da NASA nascido a 1 de Setembro de 1961 na cidade de Filadélfia. Frequentou a Escola Secundária de Archbishop Ryan, Filadélfia, terminando aí os seus estudos em 1979. Recebeu um bacharelato em Engenharia Mecânica pela Universidade de Drexel em 1984 e um mestrado em Engenharia Aeronáutica pela Escola de Pós-graduação Naval em 1991.

Fergusson foi comissionado do programa ROTC da Marinha dos Estados Unidos na Universidade da Pensilvânia. Recebeu as suas asas de piloto na Marinha em Kigsville, Texas, em 1996 e foi enviado para o treino com aviões F-16 Tomcat em Virgínia Beach, Virgínia. Após um curto período de instrução, juntou-se aos ‘Red Rippers’ de VF-11 no Atlântico Norte, Mar Mediterrâneo e Oceano Índico a bordo do USS Forrestal (CV-59). Enquanto permaneceu no VF-11, Ferguson frequentou a Navy Fighter Weapon School (TOPGUN). Foi seleccionado para o programa Naval Postgraduate/Test Pilot School em 1989 e formou-se em 1992. A partir de Junho de 1994 foi nomeado para o ramo de armamento do Strike Aircraft Test Directorate na Estação Aérea Naval de Patuxent River, Maryland, onde serviu como oficial de projecto para o programa de separação de armas do F-14D, tornando-se no primeiro piloto a utilizar vários tipos de armas ar – terra no F-14 Tomcat. Serviu durante um ano como instrutor na Escola Naval de Pilotos de Teste antes de se juntar ao ‘Checkmates’ do VF-211 em 1995 e passar um período Pacífico Oeste e no Golfo Pérsico em guarda da zona de voo restrito sobre o Iraque a bordo do USS Nimitz (CVN-68). Durante um breve período de tempo serviu como oficial de logística do F-14 para a Frota do Atlântico antes da sua selecção para o treino de astronauta.

Christopher Ferguson apresentou-se no Centro Espacial Johnson em Agosto de 1998 e após dois anos de treino e avaliação foi inicialmente designado para tarefas técnicas no Departamento de Sistemas de Veículos Espacial do Corpo de Astronautas dedicado aos Motores Principais do Vaivém Espacial, ao Tanque Exterior de Combustível, aos Propulsores Laterais de Combustível Sólido e ao Software. Posteriormente serviu como CAPCOM e foi o denominado Lead CAPCOM para a missão STS-118 em Agosto de 2007.

O primeiro voo espacial de Christopher Fergusson decorreu entre 9 e 21 de Setembro de 2006, sendo Piloto a bordo do vaivém espacial OV-104 Atlantis. A missão STS-115 ISS-12A reiniciou a montagem da estação espacial internacional. Durante 12 dias a tripulação do Atlantis e da ISS instalou o segmento P3/P4 e dois conjuntos de painéis solares que forneceram um quarto da energia utilizada pela estação espacial. A tripulação também levou a cabo mais de 30 horas de actividades robóticas utilizando o Canadarm bem como três actividades extraveículares para finalizar a instalação do segmento P3/P4. A missão STS-115 teve uma duração de 11 dias 19 horas 6 minutos e 35 segundos completando 186 órbitas em torno da Terra. Christopher Ferguson foi o 277º astronauta dos Estados Unidos e o 444º ser humano a levar a cabo um voo espacial orbital (juntamente com a astronauta Heidemarie Martha Stefanyshyn-Piper).

A missão STS-126 foi a segunda missão espacial de Christopher Ferguson. Este voo teve uma duração de 15 dias 20 horas 30 minutos e 24 segundos, completando um total de 249 órbitas em torno da Terra. Fergusson foi o 197º astronauta dos Estados Unidos e o 285º ser humano a levar a cabo duas missões espaciais orbitais (juntamente com Heidemarie Martha Stefanyshyn-Piper, Donald Roy Pettit e Sandra Hall Magnus).

Christopher Ferguson tem um total de 27 dias 15 horas 35 minutos e 55 segundos de experiência em voo espacial, e na missão STS-135 irá tornar-se no 181º ser humano e no 138º astronauta dos Estados Unidos (juntamente com Sandra Magnus e Rex Walheim) a realizar três missões espaciais orbitais.

Imagem: NASA

Deixe um comentário