China lança satélite meteorológico Fengyun-3C



Fengyun-3c 01

A China levou a cabo o lançamento do satélite meteorológico FY-3C Fengyun-3C às 0307:17,055UTC do dia 23 de Setembro de 2013. O lançamento teve lugar desde o Complexo de Lançamento LC9 do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan, província de Shanxi, e foi realizado pelo foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C (Y12).

Os satélites FY-3 representam a segunda geração de satélites meteorológicos polares da China, sendo operados pela Administração Meteorológica da China e pelo Centro Meteorológico Nacional da China. Os satélites resultam de um programa de cooperação entre a Administração Meteorológica da China e a Administração Espacial Nacional da China.

Os satélites fornecem informação global sobre a temperatura do ar, perfis de humidade, e parâmetros meteorológicos tais como radiação das nuvens e da superfície que são necessários para a produção de previsões meteorológicas. Os satélites também monitorizam desastres meteorológicos de grande escala, perigos naturais induzidos pelas condições meteorológicas e alterações ambientais, fornecendo parâmetros geofísicos para a investigação científica sobre as alterações climáticas, diagnósticos do clima e previsões.

A série FY-3 obtém informação meteorológica global e regional para a aviação, navegação oceânica, agricultura, actividades florestais, actividades marítimas, hidrologia e outros sectores económicos.

O satélite tem uma dimensão de 4,4 x 2,0 x 2,0 metros na sua posição de lançamento e 4,4 x 10,0 x 3,8 metros em órbita. No lançamento tinha uma massa de 2.450 kg.

Fengyun-3c 02

Estatísticas:

– Lançamento orbital: 5307

– Lançamento orbital com sucesso: 4962

– Lançamento orbital China: 192

– Lançamento orbital China com sucesso: 181

– Lançamento orbital desde Taiyuan: 46

– Lançamento orbital desde Taiyuan com sucesso: 43

Para 2013 estão agora previstos 94 lançamentos orbitais. A seguinte tabela mostra os totais de lançamentos executados este ano em relação aos previstos para cada polígono (entre parêntesis estão os lançamentos fracassados se for o caso):

Baikonur – 15 (1) / 25

Plesetsk – 4 / 9

Dombarovskiy – 1 / 2

Cabo Canaveral AFS – 8 / 12

Wallops Island MARS – 4 / 3

Vandenberg AFB – 3 / 5

Jiuquan – 4 / 5*

Xichang – 1 / 3

Taiyuan – 2 / 7*

Tanegashima – 2 / 3

Kagoshima – 1 / 1

Kourou – 6 / 8

Satish Dawan, SHAR – 2 / 4

Sohae – 0 / 1*

Semnan – 1 (1?)* / 4*

Naro – 1 / 1

Odyssey – 1 (1) / 1

* Valores incertos

Dos lançamentos bem sucedidos levados a cabo 36,5% foram realizados pela Rússia; 26,9% pelos Estados Unidos (incluindo ULA, SpaceX e Orbital SC); 13,5% pela China; 11,5% pela Arianespace; 5,8% pelo Japão; 3,8 % pela Índia e 1,9% pela Coreia do Sul.

Os próximos cinco lançamentos orbitais previstos são:

25 Set (2058:50) – 11A511U-FG Soyuz-FG (046) – Baikonur, LC1 PU-5 – Soyuz TMA-10M

29 Set (1600:00) – Falcon-9 v1.1 – Vandenberg AFB, SLC-3E – Cassiope, POPACS (x3), DANDE, SNAPS, CUSat-1, Cusat-2

30 Set (2141:02) – 8K82KM Proton-M/Briz-M (93539/99540) – Baikonur, LC200 PU-39 – Astra-2E

09 Out (1923:43) – 8K82KM Proton-M/Briz-M (93535/99542) – Baikonur, LC200 PU-39 – Sirius FM-6

17 Out (2220:00) – Delta-IV-M+(5,4) (D364) – Cabo Canaveral AFS, SLC-37B – GPS-IIF SV-5

Deixe um comentário