Centrífuga da ESA

Há uma década atrás, assim que o módulo-laboratório do Columbus da Europa foi anexado à Estação Espacial Internacional para pesquisa de microgravidade, a Centrífuga de Diâmetro Grande da ESA começou a oferecer longas experiências em hipergravidade.

O princípio é simples: a centrífuga de quatro braços, de 8 m de diâmetro, é ajustada girando até 67 rotações por minuto, criando até 20 vezes a gravidade normal da Terra durante semanas ou mesmo meses de cada vez.


Como parte do Laboratório de Instrumentação de Ciências da Vida e Físicas da ESA, no centro técnico da Agência, nos Países Baixos, o desenvolvimento da centrífuga foi apoiado pelo governo holandês e a sua utilização é encorajada pela Associação Europeia de Investigação de Baixa Gravidade.

Durante a última década foi um lugar de peregrinação para pesquisadores, incluindo estudantes experimentadores em campanhas regulares do Spin Your Thesis.

Hoje celebra-se a primeira década da centrífuga, dando à sua equipa a oportunidade de ouvir os seus usuários sobre actualizações desejadas e novas ideias de investigação.

Notícia e imagem: ESA

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

 

%d blogueiros gostam disto: