Brasil centro-oriental



O Sentinel-2A leva-nos ao centro-oriental do Brasil – mais especificamente onde se encontram os estados da Bahia, Tocantins e Goiás.

Clique na caixa no canto inferior direito para ver esta imagem na sua resolução total de 10 m, directamente no seu navegador da internet.

Aqui podemos ver um planalto grande e achatado, sem campos, que beneficiam de solos ricos e uma aparente abundância de água, antes de cair num vale verdejante e ondulado (à esquerda). As linhas retas na imagem são estradas, como a rodovia que corre numa linha quase reta do centro-topo à parte inferior da imagem.

A área é particularmente conhecida pela produção de soja. A produção de soja no país aumentou mais de 3000% desde a década de 1970 e o Brasil é o segundo maior produtor mundial de soja, depois dos EUA.

Outras plantações nesta área incluem milho, café e algodão.

Uma característica distintiva nesta imagem são os círculos – principalmente no centro. Estas formas foram criadas por um sistema de irrigação de pivô-central, onde um longo tubo de água gira em torno de um poço no centro de cada parcela. As cores variadas mostram diferentes tipos de culturas, ou diferentes fases de crescimento.

A missão de dois satélites Sentinel-2 foi projectada para monitorizar mudanças no solo, incluindo o tipo de colheita e robustez. Enquanto o primeiro satélite está em órbita desde 2015, o seu gémeo Sentinel-2B foi lançado a 7 de Março. Juntos, os satélites fornecerão novas imagens das superfícies do solo da Terra a cada cinco dias.

Esta imagem, igualmente exibida no programa de vídeo a Terra a partir do Espaço, foi obtida pelo satélite Copernicus Sentinel-2A a 8 agosto 2016.

Notícia e imagem: ESA

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

Deixe um comentário