Boris Chertok (1912 – 2011)



Faleceu um dos mitos vivos do programa espacial soviético, Boris Evseyevich Chertok (Борис Евсеевич Черток). Tinha 99 anos de idade.

Boris Chertok faleceu em Moscovo no dia 14 de Dezembro de 2011 devido a complicações originadas por uma pneumonia.

Durante vários anos B. Chertok foi adjunto de Sergei Korolev, estando envolvido no lançamento do primeiro satélite artificial, o Sputnik, a 4 de Outubro de 1957 e nos preparativos para a primeira missão espacial tripulada.

Nascido a 1 de Março de 1912 em Lodz, Polónia, a sua família deslocou-se para Moscovo após o início da Primeira Guerra Mundial. Após terminar a sua formação no Intituto de Energia de Moscovo, começou a trabalhar como Engenheiro de Aviação. Após a Segunda Guerra Mundial, Chertok foi designado juntamente com um grupo de engenheiros soviéticos para analisar e tentar recuperar os segredos nazis das bombas voadoras e da tecnologia de mísseis.

Este envolvido nos primeiros passos do programa espacial soviético, sendo uma figura influente no desenvolvimento de muitos sistemas espaciais.

Deixe um comentário